Confusão em festa termina com um homem morto e outro ferido no DF

Caso ocorreu em uma rave clandestina, em chácara no Recanto das Emas. Luiz Roberto Araújo levou dois tiros na cabeça e não resistiu

atualizado 24/11/2020 16:58

Local de festaReprodução/PCDF

Uma festa rave clandestina, realizada no domingo (22/11) em uma chácara no Recanto das Emas, terminou com um homem morto e outro ferido. A confusão teria sido motivada por ciúmes envolvendo uma mulher que estava no evento. Luiz Roberto Araújo de Moraes, 28 anos, levou dois tiros na cabeça e morreu no local, uma propriedade no Núcleo Rural Vargem da Bênção, antes da chegada do Corpo de Bombeiros.

De acordo com as investigações conduzidas pela 27ª Delegacia de Polícia (Recanto das Emas), havia pelo menos 80 pessoas na rave quando o crime ocorreu. A organização do evento não contava com autorização da administração regional da cidade e nem alvará. Por volta das 5h, um homem chegou ao local e conversava com duas meninas, quando a vítima – que era ex-companheiro de uma delas – foi tirar satisfação com o desconhecido.

Houve discussão e luta corporal entre os dois. Em determinado momento, o homem sacou uma pistola e efetuou vários disparos. Dois deles acertaram a cabeça de Luiz Roberto. Outro homem, que estava na festa e não tinham envolvimento com a briga, foi atingido na perna por um dos tiros.

Segundo delegado Diogo Carneiro, da 27ª DP, o autor ainda não foi identificado, mas uma série de testemunhas estão sendo ouvidas. “Apuramos que a vítima tinha sido ex-namorado de uma das mulheres abordadas pelo autor dos disparos. O ciúme provocou a briga e motivou o homicídio. As equipes estão nas ruas atrás do suspeito”, disse o responsável pela apuração do crime.

Últimas notícias