Com UTIs operando no limite, Saúde do DF anuncia mais 40 leitos

As instalações começam a ser entregues nesta segunda-feira (1º/3), no Hospital de Campanha de Ceilândia e no Hospital da Polícia Militar

atualizado 01/03/2021 7:22

DF ativa 20 leitos de UTI para Covid-19Davidyson Damasceno/Agência IGESDF

Após a ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) específicos para pacientes com a Covid-19 beirar o limite no Distrito Federal, chegando à taxa de 97%, a Secretaria de Saúde anunciou a criação de 40 leitos. De acordo com a pasta, os novos espaços começam a ser entregues nesta segunda-feira (1º/3).

A instalação será feita no Hospital de Campanha de Ceilândia – que contará com 20 novos leitos –, a partir das 9h. Outros 20 serão criados no Hospital da Polícia Militar, mas só serão ativados na terça-feira (2/3).

A expectativa da Saúde do DF é de que essas novas vagas sejam ocupadas rapidamente, devido à alta taxa de transmissão do coronavírus na capital do país.

Colapso

Segundo dados oficiais do Governo do Distrito Federal (GDF), 97% dos leitos de unidade de tratamento intensivo (UTI) estão ocupados nos hospitais públicos. Nas unidades particulares, o índice é de 87%. E, até as 18h50 deste domingo (28/2), havia 81 pacientes aguardando por uma vaga.

A Secretaria de Saúde alerta que o efeito das aglomerações de agora deve ser sentido no período entre os próximos 12 a 14 dias. O cenário fica ainda mais preocupante, segundo as autoridades, porque haverá uma sobreposição de eventos que geraram aglomerações e, portanto, demandará o sistema de saúde.

O governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), decretou lockdown total, a partir deste domingo, para tentar diluir o impacto da proliferação do vírus.

0

Últimas notícias