Com apoio do GDF, OEI oferece cursos profissionalizantes para mulheres

No total, são 570 matrículas disponíveis. Os cursos em economia criativa serão de 10h e de 20h, além de 100% virtuais

atualizado 08/04/2021 12:24

Divulgação

A Organização dos Estados Ibero-Americanos para Educação, Ciência e Cultura (OEI) e a Secretaria da Mulher no DF lançam, a partir desta quinta-feira (8/4), nova rodada de cursos em economia criativa, com o apoio da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo. As capacitações são voltadas para mulheres do Distrito Federal, em prol do empreendedorismo feminino, e fazem parte do Projeto Mulheres Hipercriativas.

Agora, serão disponibilizadas 570 matrículas. Os cursos terão 20h ou 10h de carga horária, com certificado. As aulas enquadram-se tanto para quem deseja começar um novo projeto quanto quem busca aperfeiçoar o próprio negócio. Para se inscrever, basta acessar o site do projeto.

“A OEI vê na economia criativa uma estratégia de desenvolvimento e acredita na educação como uma ferramenta de transformação social. E é com essas premissas que estruturamos o Mulheres Hipercriativas, oferecendo às mulheres do Distrito Federal um rol diverso de cursos profissionalizantes com foco na cultura, estimulando o protagonismo feminino nesse processo. Serão até 4 mil beneficiárias diretas na iniciativa”, afirma o diretor e chefe da representação da OEI no Brasil, Raphael Callou.

0

“No contexto em que estamos vivendo, no qual as mulheres são mais afetadas economicamente, o GDF está preocupado em oferecer mais oportunidades para que as mulheres possam empreender de casa, de maneiras criativas e inovadoras, em áreas da economia criativa, com grandes oportunidades no mercado de trabalho”, afirmou Ericka Filippelli, secretária da Mulher do DF.

Programação

Os cursos terão início em 12 e 15 de abril, conforme o cronograma de cada um. As formações são de artesanato (design de bolsas e sacolas), moda (moda transformadora com upcycling), fotografia (fotografia para moda feminina), gestão empreendedora (comunicação estratégica, competências emocionais para empreender), entre outras atividades.

As aulas serão ministradas por professoras-facilitadoras, em geral, empreendedoras do DF que desenvolvem alguma atividade bem-sucedida e que agora terão oportunidade de compartilhar conhecimento com outras mulheres interessadas em empreender ou desenvolver uma nova habilidade.

As educadoras receberam treinamento específico por meio da coordenação pedagógica do projeto Mulheres Hipercriativas para repassar o conteúdo da capacitação na modalidade a distância (EaD).

Nova etapa

Esta é a segunda etapa de lançamento dos cursos oferecidos pelo Mulheres Hipercriativas. A iniciativa conta com a parceria de gestoras públicas, líderes comunitárias e empresárias do DF que ajudam de forma voluntária como embaixadoras do projeto.

A ideia é que essas mulheres consolidadas no meio profissional reforcem a proposta da iniciativa para motivar e inspirar novos talentos por meio da trajetória empreendedora, assim como ensinar e trocar experiência no ramo em que são especialistas, criando, assim, uma grande e potente rede de colaboração e desenvolvimento entre as mulheres da cidade.

Últimas notícias