DF tem o mês de fevereiro mais chuvoso da história, diz Inmet

Volume de chuva registrado até agora superou o recorde anterior para o mês, de 1980. Até o momento, o índice pluviométrico é de 475,2mm

atualizado 22/02/2021 11:25

Tesourinha da 209/210 e das quadras 109/110 norte alaga após chuva forte em brasíliaIgo Estrela/Metrópoles

O mês de fevereiro de 2021 é o mais chuvoso no Distrito Federal desde o início do acompanhamento histórico do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), em 1961.

As chuvas registradas na capital até a madrugada desta segunda-feira (22/2) levaram o acumulado do segundo mês do ano a alcançar a marca de 475,2 milímetros antes do fim do mês, superando o recorde anterior, de 460mm, apontado em 1980. Em 1968, o número de precipitações em fevereiro bateu 450mm.

A média para o período é de 183mm. “O número é mais de três vezes acima da média. Como não acabou fevereiro, ainda deve chover mais”, explica o meteorologista Francisco de Assis, do Inmet.

Além do recorde em volume de precipitação, o mês é um dos campeões em número de dias chuvosos. Foram 18 dias de chuva em fevereiro, até agora. No mesmo período de 2020, 14. Em 2019, 13.

Os dados do Inmet são preliminares. Como há previsão de chuva para os próximos dias na capital, os meteorologistas alertam para a possibilidade deste fevereiro superar o recorde também em número de dias chuvosos.

0
Previsão

Os últimos dias do mês seguirão chuvosos, segundo a previsão meteorológica. Nesta segunda-feira (22/2), o céu deve ficar encoberto, com chuva isolada.

Nesta manhã, o Distrito Federal permanece em estado de perigo (alerta laranja) para chuvas intensas até as 11h. A previsão do Inmet indica chuva entre 30mm/h e 60mm/h ou entre 50mm/dia e 100mm/dia, além de ventos intensos (de 60km/h a 100km/h). Há risco de corte de energia elétrica, queda de galhos e de árvores, alagamentos e descargas elétricas.

A temperatura mínima registrada nesta segunda-feira ficou em 19ºC. À tarde, período mais quente do dia, a temperatura máxima pode chegar a 27°C. A umidade relativa do ar varia entre 95% e 60%.

Últimas notícias