CLDF pede suspensão de PPP do Cave e quer passar gestão do complexo ao Sistema S

Rodrigo Delmasso (Republicanos) encaminha nesta quarta-feira pedido de suspensão da parceria e recomeço do processo em novo modelo

atualizado 10/02/2021 8:55

Gustavo Moreno/Especial para o Metrópoles

O vice-presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), Rodrigo Delmasso (Republicanos), encaminhará nesta quarta-feira (10/2) pedido de suspensão de edital da parceria público-privada (PPP) do Centro Administrativo Vivencial e Esporte (Cave), agora chamado de Complexo Esportivo e de Lazer do Guará. O parlamentar vai sugerir à Secretaria de Esporte e Lazer do DF que as tratativas passem a ser de responsabilidade do Sistema S: Sesc, Sesi ou Sest.

A PPP teve projeto técnico apresentado em 2017, após procedimento de manifestação de interesse (PMI). Desde então, passou por diversas etapas e teve marcada várias vezes a data de início das obras, mas a iniciativa não foi posta em prática.

Com estrutura sucateada e sem possibilitar o acesso da população do Guará para a prática de esportes, por exemplo, uma parceria com o Sistema S seria a solução, segundo Delmasso, para que todos pudessem ter acesso ao local.

“Sobre o Cave, minha sugestão seria o Sesi assumir, e o Governo do Distrito Federal implantar projetos sociais e esportivos. Comecei as tratativas com a Fibra no ano passado. Agora, vamos tentar dar andamento”, ressaltou o parlamentar.

Para Delmasso, “não há porque passar para a iniciativa privada um local que pode ser passado ao Sistema S. Assim, vamos entregar o Cave para a sociedade, com valores acessíveis”, completou.

0
 PPP

A PPP, ainda em tramitação, visa a administração e a exploração do Estádio Antônio Otoni Filho, do Ginásio Esportivo e do Clube de Vizinhança do Parque do Guará. A previsão, se a sugestão do parlamentar não for aceita, é de que a empresa vencedora recupere a arena, que não passou por reforma em governos anteriores, de acordo com a atual gestão.

A proposta começou a tramitar na Secretaria de Estado de Projetos Especiais e, hoje, está na Secretaria de Esporte do DF. O deputado Rodrigo Delmasso já entrou em contato com a pasta e manda a sugestão sobre o Sistema S para a área de esportes nesta quarta.

Por meio de nota, a Secretaria de Esporte e Lazer informou que não foi demandada a respeito. “O processo licitatório do Cave encontra-se na Secretaria de Urbanismo e Habitação (Seduh) para a delimitação geográfica”, informou.

Acionados pelo Metrópoles, Fibra, Sest/Senat e Fecomércio no DF, que integram o Sistema S, ainda não se pronunciaram sobre a sugestão do vice-presidente da CLDF. A reportagem será atualizada tão logo as entidades se manifestem.

Últimas notícias