Chuva arranca asfalto na marginal da EPTG. DER fará interdição parcial

As três faixas do sentido Plano Piloto–Taguatinga serão fechadas, uma de cada vez. Previsão é concluir a restauração ainda nesta sexta

Igo Estrela/MetrópolesIgo Estrela/Metrópoles

atualizado 02/05/2019 23:05

A forte chuva que atingiu o Distrito Federal nesta quinta-feira (02/05/2019) arrancou parte do asfalto na marginal da Estrada Parque Taguatinga (EPTG), na altura do viaduto Israel Pinheiro, e causou alagamentos. O Departamento de Estradas de Rodagem (DER-DF) informou que interditará parcialmente a via para realizar a limpeza e a restauração, nesta sexta (03/05/2019).

Profissionais do DER-DF que estiveram no local durante a noite, ainda quando o volume de água estava alto, estimaram que os danos ocorreram em trecho de 300 a 400 metros.

O trabalho de recuperação das três faixas, segundo a assessoria, será feito em uma de cada vez: assim, a que estiver sendo consertada será fechada enquanto as outras continuarão abertas para o fluxo de veículos. A estimativa é concluir o serviço no mesmo dia, caso as chuvas não atrapalhem.

 

Caos
As fortes chuvas, previstas pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), complicaram a volta para casa na noite desta quinta-feira (02/05/2019). Pela capital, brasilienses registraram alagamentos em vias, além de cortes de energia em áreas do Lago Sul e do Plano Piloto. Em Vicente Pires, moradores sofreram com as enxurradas provocadas pelo intenso volume de água.

O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) informou que um carro foi arrastado em Vicente Pires. O trânsito na EPTG, monitorado pelo DER-DF, foi drasticamente impactado.

O Corpo de Bombeiros do DF foi chamado para atuar na remoção de árvore que caiu na Quadra 412 da Asa Sul, próximo ao Big Box.

A chuva também atrapalhou a circulação do metrô, já prejudicada com a greve dos metroviários. Comunicado emitido nas redes sociais da empresa pública informava que os trens trafegavam apenas até a Estação da Praça do Relógio, pois havia “um alagamento dos trilhos na área da Estação Onoyama, em Taguatinga”. Por volta das 18h30, o tráfego de composições foi liberado, mas com restrição de velocidade.

Em Samambaia, os trens rodavam normalmente. No entanto, para Ceilândia, circulavam só até a Estação Concessionárias. A fila para comprar bilhetes na Rodoviária do Plano Piloto chegou a 80 metros no horário de pico.

Confira os registros dos brasilienses: 

Últimas notícias