Ceilândia promove a 10ª Parada do Orgulho LGBT, no domingo (25/11)

Evento sairá da Praça do Trabalhador, às 13h, e contará com artistas do DF, Rio de Janeiro e de São Paulo

Giovanna Bembom/MetrópolesGiovanna Bembom/Metrópoles

atualizado 22/11/2018 19:38

Milhares de pessoas são esperadas na 10ª Parada do Orgulho LGBT de Ceilândia, no próximo domingo (25/11). O evento começa às 13h, com volta pela Praça do Trabalhador, e está previsto para terminar à meia-noite.

Este ano, o tema será Por uma Ceilândia sem machismo, racismo, intolerância religiosa e LGBTfobia. Haverá a presença de artistas da cidade, além de convidados, como a drag Priscila Quartier (SP) e o Bonde das Maravilhas (RJ).

O evento terá também trios elétricos, manifestações públicas contra o preconceito e, claro, a visão de uma cidade bem mais colorida.

“Esta 10ª edição da Parada LGBT de Ceilândia abraça causas que caminham juntas. Sabemos que essas questões estão ligadas e precisam ser colocadas em foco”, disse Jonathan Perdono, presidente da Associação Ceilandense de Lésbicas, Gays, Bixessuais, Transsexuais e Travestis do DF (ACLGBT-DF).

“Essa também é uma forma de mostrar que nossa luta é por uma sociedade melhor e se faz com a união de todas as vítimas de preconceito”, completou Perdono.

A Parada Gay faz parte do projeto LGBT em Ação, e conta com fomento da Secretaria de Cultura do GDF.

Últimas notícias