Campus Party abre as portas no Mané e terá batalha de drones

Evento no estádio começa nesta quarta-feira (27/6) e vai até domingo (1º/7). Deve reunir cerca de 4 mil campuseiros

Filipe Cardoso/ Especial para o MetrópolesFilipe Cardoso/ Especial para o Metrópoles

atualizado 27/06/2018 19:43

Os portões da segunda edição da Campus Party foram abertos nesta quarta-feira (27/6). O evento vai até domingo (1º/7) no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha. Segundo os organizadores, a expectativa de público para os cinco dias é de 4 mil campuseiros na Arena (espaço pago) e 70 mil visitantes na Open Campus (área gratuita).

“Trouxemos a Campus para cá, para ajudar a impulsionar cada vez mais o parque tecnológico Biotic, inaugurado na semana passada, e ajudar os jovens a ficarem cada vez mais em evidência nos seus projetos de startups e soluções tecnológicas”, disse o diretor-geral da Campus Party no Brasil, Tonico Novaes.

Campuseiro, o estudante João Pedro Burjack, 17 anos, veio de Barra do Garça (MT) para Brasília com outros 16 alunos do 3º ano da escola onde estuda. “Estamos ansiosos para aprender tudo o que pudermos por aqui. A minha expectativa é saber mais sobre as startups. Quero ser empresário e pretendo trabalhar com desenvolvimento de jogos no futuro. O evento vai ser muito importante para me dar uma visão ampla sobre esse mercado”, ressaltou.

O servidor público Alexandre Lima, 40, participou da Campus Party brasiliense em 2017 e, nesta edição, trouxe a filha de 16 anos para acampar com ele. “No ano passado, conheci um engenheiro da Nasa, que a incentivou a estudar. Neste ano, querermos viver outras novas e boas experiências. Aqui estão os melhores da área em todo o mundo e isso só pode nos trazer benefícios. Queremos aproveitar todas as atividades e aprender o máximo que pudermos sobre o universo tecnológico”, disse o funcionário público.

Na edição de 2018, os campuseiros desfrutarão de mais de 300 horas de conteúdo, distribuídas em cinco dias ininterruptos de atrações variadas. O cronograma traz atividades como palestras, workshops e hackathons – desafios nos quais equipes criam e desenvolvem aplicativos diversos. Um dos diferenciais será a inédita batalha de drones: uma equipe terá que derrubar o veículo aéreo da outra. A disputa será aberta ao público.

Ainda há ingressos disponíveis à venda no site da Campus Party. A entrada dá direito a acampar no estádio. O valor para todos os dias é R$ 150. O tíquete para o camping individual custa R$ 230; o duplo sai por R$ 370. Além de chuveiros e banheiros, barracas também serão disponibilizadas pela organização.

O evento estava previsto para acontecer de 30 de maio a 3 de junho, mas foi adiado por causa da greve dos caminhoneiros, que parou o país.

Programação de 27/6:
– Portões abrirão às 12h para os campuseiros
– 15h – Jogo do Brasil transmitido no telão da Open Campus
– 19h – Abertura oficial da Campus Party Brasília
– 20h – Palestra internacional: Chance Glasco
– 22h30 – Palestra com fundador da Campus Party sobre o surgimento do evento

Data e horário de funcionamento: de 28 a 30 de junho, das 10h às 20h, com
circulação até as 21h. No domingo (1º/7), das 10h às 16h, com circulação até
17h

Últimas notícias