Bombeiros do DF são homenageados após retornarem de missão no Haiti

Vice-governador do DF disse que os militares deram uma "demonstração de heroísmo"

atualizado 05/10/2021 11:22

Homenagem aos bombeiros do DF que atuaram no HaitiFrancisco Dutra/ Metrópoles

Os membros do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) enviados para ajuda humanitária no Haiti foram homenageados pelo governo local, na manhã desta terça-feira (5/10), em uma solenidade no Palácio do Buriti.

“Os senhores deram à nação uma demonstração de heroísmo”, destacou o vice-governador do DF, Paco Britto (Avante). Ele destacou, ainda, a participação de mulheres militares na missão. “Nós temos as melhores forças policiais e militares do país”, afirmou.

Segundo o comandante geral do CBMDF, coronel Bonfim, a participação do DF foi importante para o Haiti e para a construção do profissionalismo da tropa. “A cabeça pensa onde os pés pisam”, pontuou.

0

O líder da missão do DF no Haiti, coronel Teixeira agradeceu a confiança depositada pelas autoridades na tropa. O militar se voluntariou para a missão e também enalteceu ao empenho da tropa. “A missão foi cumprida com o maior carinho e esmero possível”, declarou. Do ponto de vista de Teixeira, a população do Haiti estava muita sofrida. Mas a ajuda humanitária foi importante para a recuperação do país.

Na leitura do secretário de Segurança Pública, Júlio Danilo, a operação “demonstra a nossa capacidade de mobilização e pronto emprego”. “As forças de segurança do DF estão prontas para qualquer missão, em qualquer local, a qualquer hora”, assinalou.

O CBMDF enviou, no total, 24 militares para apoiar a população do Haiti. Junto a membros da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) e do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG), prestaram ajuda na recuperação do país após um terremoto de magnitude 7.2 na Escala Richter e a tempestade tropical Grace.

Os desastres culminaram em mais de 2 mil mortos e 10 mil feridos. A missão humanitária durou 21 dias.

Últimas notícias