metropoles.com

Autor de feminicídio ameaçava vítima em áudios: “Vou arrancar sua cabeça”. Ouça

Gedeon da Conceição assassinou a ex-companheira Deylilane Alves Santos Conceição com golpes de chave de fenda, nesta 5ª, em São Sebastião

atualizado

Compartilhar notícia

Material cedido ao Metrópoles
Gedeon da Conceição. Homem branco de cabelos pretos
1 de 1 Gedeon da Conceição. Homem branco de cabelos pretos - Foto: Material cedido ao Metrópoles

Meses antes de assassinar a auxiliar de cozinha Deylilane Alves Santos Conceição, 34 anos, com golpes de chaves de fenda, Gedeon da Conceição, 37, mandou diversos áudios com ameaças à ex-companheira. Em um deles, o assassino chegou a dizer que esperaria para matá-la no momento em que policiais se afastassem da casa da vítima.

Deylilane tinha medidas protetivas contra Gedeon e era acompanhada pelo programa Prevenção Orientado à Violência Doméstica e Familiar (Provid), da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF).

“Enquanto eu não te vir dentro de um caixão, não vou sossegar”, ameaçou o assassino. Gedeon foi preso em flagrante na manhã desta quinta-feira (3/8), pouco depois do crime. A vítima havia acabado de deixar o filho de 10 anos do casal na escola, em São Sebastião.

Entre as diversas ameaças feitas à vítima, Gedeon afirmou: “A última coisa que você verá antes de morrer serão os meus olhos. […] Vou arrancar sua cabeça”.

O assassino também prometeu ir atrás da ex e desdenhou da possibilidade de os áudios chegarem às autoridades. “Quero que Satanás leve minha alma para o inferno se eu não te matar. Pode mandar essa mensagem para a polícia ou para qualquer um. Eu sustento a onda”, disse o criminoso.

Ouça:

Gedeon e Deylilane ficaram juntos por 16 anos e tiveram uma relação marcada por violência, segundo o último boletim de ocorrência registrado por ela. Porém, o medo do que o ex-companheiro poderia fazer a impedia de pôr fim ao casamento.

0

Em 2021, a vítima conseguiu deixar o agressor. Contudo, o ex-companheiro intensificou o comportamento violento contra ela. No início deste ano, Deylilane chegou a informar à polícia que temia pela própria vida, pois sabia que Gedeon a mataria.

O filho do casal enviou uma mensagem ao pai, na tentativa de interceder pela vida da mãe. No texto, inclusive, disse a Gedeon que, se algo acontecesse com Deylilane, “não o perdoaria”.

Leia:

Print de uma conversa no whatsapp- Metrópoles

Nesta quinta-feira (3/8), Deylilane foi assassinada. Testemunhas que presenciaram o feminicídio disseram que a vítima tentou se desvencilhar do ataque do ex-companheiro, mas foi “golpeada por todos os lados” com uma chave de fenda.

O crime aconteceu por volta das 7h20. Gedeon se aproximou da vítima e teve uma discussão “ríspida” com ela. Pouco depois, puxou a ferramenta de dentro de uma pochete e atacou a ex.

A vítima tentou correr, segundo testemunhas, mas foi puxada pela jaqueta e arremessada ao chão, de costas, momento em que recebeu o primeiro golpe, sucedido de diversos outros.

Testemunhas conseguiram deter o assassino até a chegada da PMDF, e Deylilane correu para dentro da escola. Ela foi socorrida para uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) da região, mas não resistiu aos ferimentos.

Gedeon foi preso em flagrante e levado para a 30ª Delegacia de Polícia (São Sebastião), onde foi autuado por feminicídio.

Tentativa de assassinato

Em depoimento à Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), Gedeon admitiu que tentou assassinar a ex-companheira no dia anterior ao crime.

Ele confessou ter “afiado” a chave de fenda usada no crime antes de aguardar a ex-companheira sair de uma academia, na noite de quarta-feira (2/8), mas não encontrou a mulher.

Gedeon tinha, também, um mandado de prisão em aberto por descumprimento de medidas protetivas e foi preso outras três vezes pela mesma razão. Além disso, acumulava antecedentes criminais por injúria, lesão corporal, ameaça e descumprimento à Lei Maria da Penha.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comDistrito Federal

Você quer ficar por dentro das notícias do Distrito Federal e receber notificações em tempo real?