metropoles.com

Após motoboy ser destratado, categoria marca protesto em shopping

Ato no ParkShopping foi combinado nas redes sociais e é resposta ao vídeo de sócio do restaurante Abbraccio discutindo com entregador

atualizado

Compartilhar notícia

Material cedido ao Metrópoles
Sócio de restaurante briga com motoboy no DF
1 de 1 Sócio de restaurante briga com motoboy no DF - Foto: Material cedido ao Metrópoles

Entregadores por aplicativo irão fazer, nesta terça-feira (20/7), uma manifestação em frente ao ParkShopping contra o episódio do último sábado (17), quando um sócio do restaurante Abbraccio destratou um motoboy. O protesto está agendado para as 11h.

Dada a repercussão do caso, o grupo Bloomin’ Brands, detentor da marca, disse em nota ao Metrópoles que “o que é retratado no vídeo não condiz com a relação da marca com os profissionais de entrega”.

O grupo ainda lamentou o ocorrido e informou que “o sócio do restaurante foi afastado para que sejam apurados todos os pontos e refeito o processo de orientação do trabalho com os entregadores locais. Estamos no Brasil há 23 anos e temos um relacionamento genuíno com as nossas pessoas e os fornecedores que trabalham conosco”, disse o grupo.

Conforme vídeo mostrado pelo Metrópoles em primeira mão, o empresário do Abbraccio, no ParkShopping, aparece ao telefone e, quando desliga, diz ao entregador: “Na minha loja, você não pisa mais. Se eu pedir para alguém te ver aqui… Já vou te excluir do Ifood, beleza? Só isso que eu tenho para te falar”.

O sócio do restaurante italiano prossegue: “E tu não folga, não. Você não está na sua casa. Eu estou neste shopping tem 15 anos, não vai chegar um motoboy aqui e achar que manda, não, beleza?”

O homem, então, vira-se para um funcionário do shopping e reclama: “Vocês não deviam deixar o cara com isso aqui para carregar. Isso aqui é do shopping. Vou ligar para o Carlos Alberto, porque isso aqui não pode acontecer. Não tem condições. Pago R$ 140 mil de aluguel para o motoboy sentar aqui e colocar o celular dele para carregar? Não vou nem a pau”.

Veja o vídeo:

 

O vídeo não mostra o que ocorreu antes da fala do empresário. Um entregador disse ao Metrópoles que estava no local e presenciou a cena, que chamou de “humilhação”. Ele contou que houve uma confusão por conta da demora no restaurante para preparar um pedido, e o motoboy, após esperar por mais de uma hora, recusou-se a fazer a entrega. “O dono do estabelecimento o humilhou na frente de todos”, relatou.

O motoboy ouvido pela reportagem informou que o local onde os entregadores estavam é um ponto de apoio instalado justamente para que os profissionais possam carregar os celulares.

Após as imagens circularem entre a categoria de entregadores, as redes sociais do Abbraccio receberam comentários pedindo respeito aos motoboys.

Desalinhamento

Na nota, o grupo Bloomin’ Brands ainda afirmou que nada justifica o desalinhamento do sócio com os procedimentos da empresa. “Faremos a apuração do caso e já iniciamos a reorientação de todo o time do restaurante em relação à nossa filosofia para que situações como esta não voltem a acontecer”, disse.

Ao Metrópoles, o ParkShopping Multiplan lamentou profundamente o ocorrido e esclareceu que o vídeo foi gravado em local de suporte para trabalhadores das operações de entrega.

“Respeitamos todos os públicos que frequentam o ParkShopping e prezamos pela boa convivência e relacionamento cordial entre lojistas, colaboradores, prestadores de serviço, clientes e todos que circulam e trabalham no shopping”, informou o texto.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comDistrito Federal

Você quer ficar por dentro das notícias do Distrito Federal e receber notificações em tempo real?