Após chuva forte, água invade UTI do HRC e interdita quatro leitos

Uma equipe de engenharia avalia os danos causados no teto. Pacientes tiveram de sertransferidos para outras unidades

Rafaela Felicciano/MetrópolesRafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 17/09/2018 19:11

A forte chuva que caiu no Distrito Federal na tarde desta segunda-feira (17/9) entrou pelo forro do teto e vazou pelo forro em vários setores do Hospital Regional de Ceilândia, incluindo a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) destinada a adultos. Quatro leitos foram bloqueados até a conclusão dos reparos, e os pacientes que estavam internados foram transferidos para os hospitais regionais de Santa Maria (HRSM) e Samambaia (HRSam).

O HRC informou que uma equipe de engenharia avalia os danos causados no teto da unidade em decorrência da chuva. Afirmou, ainda, que equipes de limpeza trabalham na secagem e higienização dos ambientes.

Tempestade
O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) publicou aviso de tempestade com grau de perigo potencial das 15h14 desta segunda até as 8h de terça-feira (18). De acordo com o alerta, a previsão é de 20 a 30 ou até 50 milímetros por dia. Os ventos intensos podem chegar a 60km/h.

A Defesa Civil também emitiu alerta de chuvas e ventos fortes. “Não se abrigue debaixo de árvores, cuidado com pontos de alagamento. Em caso de emergência, ligue 193 [telefone dos bombeiros]”, informou o órgão.

Além do HRC, a chuva forte provocou danos e causou transtornos em vários pontos do DF. Por volta das 14h, o Corpo de Bombeiros registrou um capotamento de carro-forte na subida do Taquari, sentido Colocado. Chovia no momento. A pista entre o Guará e Núcleo Bandeirante ficou interditada nos dois sentidos após a queda de uma árvore. Na região, vento também retorceu outdoors publicitários e derrubou galhos.

Além disso, segundo a Companhia Energética de Brasília (CEB), 20 mil casas e comércios ficaram sem energia por conta do temporal. Moradores de Águas Claras relataram apagão à reportagem do Metrópoles. Também faltou luz em Ceilândia e Taguatinga. Apesar de coincidir com o horário da chuva, a estatal não confirmou se esse foi o motivo das falhas na rede.

Últimas notícias