Após baixa procura por vacina da Covid, GDF prepara campanha publicitária

Segundo presidente do Comitê Gestor de Vacinação, parte da população quer escolher qual imunizante tomar

atualizado 05/05/2021 0:20

Vacinação de pessoas com 60 e 61 anos no Parque da CidadeGustavo Moreno/Especial Metrópoles

Nesta quarta-feira (5/5), a Secretaria de Saúde (SES) deve divulgar peças publicitárias com o objetivo de conscientizar a população do Distrito Federal, especialmente aqueles já contemplados pelo programa de imunização para a importância da vacinação contra a Covid-19.

A ação será proposta após a baixa procura pelo imunizante por parte das pessoas de 60 e 61 anos. O governo acredita que parte deste grupo quer escolher a marca da vacina, conforme explica o subsecretário de Vigilância à Saúde, Divino Valero.

Já nessa segunda-feira (3/5), pelas redes sociais, o governador Ibaneis Rocha (MDB) alertou a população de que todas as vacinas são seguras e eficientes e que não é necessário ter medo. O lote destinado nesta etapa é o da fabricante Oxford/AstraZeneca.

Segundo Valero, a campanha de conscientização a ser divulgada nesta quarta vai passar a ideia de que “a melhor vacina é a que está disponível”. Ao Metrópoles, o presidente do Comitê Gestor de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 falou estar preocupado.

“A baixa procura por parte da população atrasa e atrapalha o nosso planejamento. Temos relatos de colegas nos postos [de saúde] de pessoas que querem escolher a vacina”, disse o subsecretário.

Segundo números da Companhia de Planejamento do DF (Codeplan), exitem, no DF, 52 mil pessoas nas faixas etarias de 60 e 61, mas até agora apenas 15 mil buscaram se vacinar. “Tem mais de 37 mil pessoas que não quiseram tomar a AstraZeneca e isso é muito preocupante”, sintetizou.

Veja fotos da vacinação de pessoas com 60 e 61 anos no DF:

0

“A fila anda, vamos ter de dar continuidade ao processo de cobertura. Temos grupos loucos para vacinar, como metroviários e professores e não podemos parar a campanha por conta de poucas pessoas que querem escolher. A melhor vacina é aquela que está lá pra você”, argumentou Valero.

Nessa segunda, os metroviários fizeram paralisação para exigir que sejam vacinados. O movimento da categoria provocou aglomeração em paradas lotadas na capital. No aniversário de Brasília, em 21 de abril, professores de escolas públicas e privadas fizeram carreata para pedir vacina para a categoria.

Últimas notícias