*
 

Os 80 cachorros e 12 gatos apreendidos pelas polícias Civil e Militar em um canil clandestino na Colônia Agrícola Samambaia, na última quinta-feira (2/8), estão disponíveis para adoção. A Polícia Civil disponibilizou os contatos da Delegacia do Meio Ambiente (Dema) para esclarecer os procedimentos a serem realizados pelos interessados em adotar um desses animais.

Desde a operação, os bichos estão em lares temporários indicados pela Justiça, onde esperam até a definição de um novo tutor.

 

Fábrica de filhotes
Quando foram encontrados pela polícia, após denúncia anônima, os cães e gatos estavam em situação insalubre, maltratados, doentes, famintos e sujos.

Alguns deles foram encontrados dentro de caixas, mas a grande maioria era guardada em gaiolas: até sete bichos de grande porte e suas crias dividiam o mesmo espaço.

Segundo o delegado Marco Salmen, responsável pelas investigações, o canil objetivava a reprodução dos animais para venda de filhotes. Entre os pets apreendidos havia cachorros de raça, como buldogues franceses e yorkshires, cuja média de preço para venda é de R$ 4 mil.

A proprietária comprou o local há 12 anos e não possuía as licenças necessárias para funcionamento. Ela foi autuada pelo crime de maus-tratos, com pena prevista de 3 meses a 1 ano. Os bichos foram encaminhados para organizações não governamentais (ONGs) cujos integrantes assumiram os cuidados com os pets, até estes encontrarem lares definitivos.

Para mais informações sobre a adoção, basta entrar em contato com a Delegacia do Meio Ambiente (Dema) pelos telefones (61) 3207-4855 e (61) 3207-4856 ou ir à unidade – localizada no Departamento de Polícia Especializada (DPE), no Parque da Cidade –, de segunda a sexta-feira, das 12h às 19h.