“Alívio por não estar lá”, diz dono de carro engolido por cratera

Proprietários de veículos que caíram em buraco na Asa Sul contam como receberam a notícia do acidente

Igo Estrela/MetrópolesIgo Estrela/Metrópoles

atualizado 11/12/2019 16:23

Chegar ao local onde você estacionou o carro e encontrá-lo dentro de um buraco de 10 metros de profundidade é uma experiência desesperadora. Os proprietários dos veículos engolidos por uma cratera na 709/909 Sul, na terça-feira (11/12/2019), que o digam. Eles contaram ao Metrópoles a sensação diante de tal quadro.

Alisson Santiago dos Reis (foto em destaque), 28 anos, acompanhava a esposa em uma consulta médica quando recebeu a notícia de que seu carro era um dos que caíram no deslizamento. Ele reconheceu o veículo por uma foto que mandaram no celular.

O advogado desceu ao local para pegar a bolsa da mulher, que havia esquecido dentro do veículo. “Quando vi a situação, eu só senti um grande alívio por não estarmos lá dentro do carro na hora”, comenta Alisson.

“Entrei no prédio para a consulta e, quando voltei, meu carro estava dentro do buraco, de cabeça para baixo”, lembra a aposentada Maria José Valgueiras Costa Resende, 67. “O resumo todinho é esse: tomei um susto, né?”, conta.

O trabalho para a recuperação dos veículos começou no fim da manhã desta quarta-feira (11/12/2019). O asfalto onde os carros estavam estacionados cedeu. A explicação inicial é de que houve a ruptura de uma tubulação de água pluvial. Com isso, o solo atrás do muro de arrimo ficou extremamente encharcado e a estrutura cedeu.

Larissa Alves de Brito Zarur, 29, também disse ter tomado um susto ao sair de uma consulta e ver seu veículo dentro da cratera. “Graças a Deus, não tinha ninguém lá na hora. Estava chovendo muito forte. Quando saí do prédio, algumas pessoas avisaram o que tinha acontecido e lembrei que tinha estacionado lá perto. Quando cheguei, era meu carro lá embaixo”, conta Larissa.

Ela diz que a empresa responsável pela obra já entrou em contato com os proprietários para arcar com as despesas.

Confira fotos dos trabalhos no local:

Diversos órgãos trabalham no local para evitar outros acidentes e que a cratera cresça. A Caesb, por exemplo, fechou o duto de esgoto e desviou o de água. Bombeiros, integrantes da Novacap, peritos da Polícia Civil e da Defesa Civil — que usa um drone para observação da área — também estão lá.

Veja vídeo do momento em que carro desliza para dentro da cratera:

Últimas notícias