Coronavírus: saiba como pedir seguro desemprego no DF

A Superintendência Regional do Trabalho, por meio da Central Alô Trabalho (Telefone 158), passa a ter uma equipe de atendimento remoto

atualizado 23/03/2020 11:19

A Secretaria de Trabalho (Setrab) regulamentou o teletrabalho para os servidores, em caráter excepcional e provisório, a partir desta segunda-feira (23/03). A medida decorre da atual situação de emergência em saúde pública por conta da pandemia de coronavírus.

Conforme a portaria nº 16, editada pelo secretário Thales Mendes, ficam submetidos ao regime de teletrabalho os servidores ocupantes de cargo efetivo e comissionado, empregados, colaboradores e estagiários, que exercem atividades na pasta.

Atendimento ao público

De acordo com o documento, ficam suspensos os atendimentos presenciais ao público externo realizados pela pasta, por intermédio das Agências do Trabalhador, com exceção das unidades do Plano Piloto, Ceilândia, Taguatinga e Sobradinho. Nelas, devem ser realizados os atendimentos de casos considerados urgentes e devidamente agendados.

Os serviços à população serão ofertados, preferencialmente, por meio da Central Alô Trabalho (Telefone 158) e dos aplicativos Sine Fácil e Carteira de Trabalho Digital, disponíveis para Android e IOS.

Em relação à entrada no seguro desemprego, a Superintendência Regional do Trabalho, por meio da Central Alô Trabalho (Telefone 158), passa a ter uma equipe de atendimento remoto, disponível aos trabalhadores que não conseguirem solicitar o benefício via web, no Portal Emprega Brasil.

Para obter a Carteira de Trabalho e Previdência Social, basta baixar o aplicativo da CTPS Digital e seguir as orientações, ou realizar cadastro no site do Ministério do Trabalho.

As vagas de emprego — Intermediação de Mão de Obra (IMO) — serão realizadas pelo cadastro no aplicativo do Sine Fácil.

Com relação ao Prospera, a Subsecretaria de Microcrédito e Empreendedorismo está elaborando estudos no sentido de propor a concessão de microcrédito à pessoas físicas e jurídicas. A ideia é fortalecer pequenos e micro empreendimento produtivos, formais e informais das áreas urbanas e rurais do DF.

Últimas notícias