Adolescente mata amigo, de 17 anos, com tiro acidental em casa no DF

Davi Filipi Soares Ferreira foi encaminhado ao Hospital Regional de Ceilândia em estado grave, mas não resistiu aos ferimentos

atualizado 05/07/2022 19:13

Disparo atingiu o peito da vítimaFoto ilustrativa

Um adolescente de 17 anos morreu após ser atingido por um disparo de arma de fogo efetuado acidentalmente. O autor do tiro é um jovem de 16 anos, amigo de infância da vítima. O caso ocorreu na noite de domingo (3/7), no Condomínio Privê Lucena Roriz, em Ceilândia.

O Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF) socorreu o garoto, identificado como Davi Filipi Soares Ferreira. Ele estava inconsciente e apresentava uma perfuração na região do tórax, próximo ao mamilo direito.

No deslocamento para o Hospital Regional de Ceilândia (HRC) foram realizadas reanimações cardiopulmonares na vítima. Porém, ele não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde.

Segundo as informações divulgadas pela Polícia Civil (PCDF), os dois adolescentes brincavam na residência da avó do autor, quando ele pegou a espingarda do tio, que é militar reformado do Exército, e efetuou o disparo contra Davi.

“A avó do autor disse à polícia que a arma do militar ficava trancada no quarto dele e, antes de sair da residência, pediu que eles não entrassem no cômodo. Porém, ele sabia onde ficava a chave e entrou no local mesmo assim”, detalha o delegado-chefe da Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA II), Juvenal Oliveira.

A Polícia Militar (PMDF) também foi acionada e encaminhou o menor à DCA II, em Ceilândia. O adolescente foi autuado em flagrante por crime análogo a homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Durante o depoimento, o autor do disparo contou que era amigo da vítima, e achava que se tratava de uma arma de chumbinho sem munição.

“De acordo com o relato, ele ainda teria brincado ao dizer para o outro jovem: ‘Imagina uma arma dessa apontada para você’, antes de atirar”, acrescentou Oliveira.

Além da arma utilizada no crime, a PCDF também apreendeu mais de 20 munições, dois carregadores e uma capa para espingarda.

Quer ficar ligado em tudo o que rola no quadradinho? Siga o perfil do Metrópoles DF no Instagram.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Faça uma denúncia ou sugira uma reportagem sobre o Distrito Federal por meio do WhatsApp do Metrópoles-DF: (61) 9119-8884.

 

 

 

 

Mais lidas
Últimas notícias