À noite, 100% dos postos do DF estarão sem combustível, diz sindicato

Às 17h30, apenas quatro estabelecimentos tinham produtos. Em Taguatinga, havia até fila de pedestres para encher galões

atualizado 25/05/2018 18:28

Filipe Cardoso/Especial para o Metrópoles

Até as 17h30 desta sexta-feira (25/5), somente quatro dos 322 postos de Brasília tinham combustível nas bombas. Todos com estoque baixo e vendendo gasolina, álcool e diesel com limite de litros por pessoa.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Empregados em Postos de Serviços de Combustíveis e Derivados de Petróleo do Distrito Federal (Sinpospetro-DF), Carlos Alves dos Santos, os brasilienses só conseguirão abastecer até por volta das 18h. Depois, 100% dos estabelecimentos estarão fechados.

Na unidade do Posto Jarjour de Taguatinga – um dos únicos que ainda operava –, além dos motoristas, diversos pedestres aguardavam na fila para encher galões.

Veja o vídeo:

 

“Os estoques estão baixíssimos. Se não houver reabastecimento, acaba até as 18h em todos os lugares”, prevê o sindicalista. A última informação de Santos era de que quatro caminhões haviam saído do Setor de Indústrias e Abastecimento para reabastecer postos.

No entanto, segundo o Sindicombustíveis, entidade que representa os empresários do setor, esse processo é demorado. “Mesmo se a base, localizada no SIA, voltar a fornecer o combustível nesta sexta, o abastecimento só será normalizado em dois ou três dias”, afirmou Elisa Monteiro, presidente do sindicato.

Últimas notícias