Governo reconhece calamidade por coronavírus em sete estados

Ao todo, chega a 10 as unidades da Federação com a situação decretada pelo governo federal. O decreto permite o envio de recursos da União

atualizado 23/04/2020 11:30

testagem de coronavírus no Sesc-DFRafaela Felicciano/Metrópoles

O governo federal reconheceu situação de calamidade pública em sete estados devido o contágio de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

A Defesa Civil indicou os riscos em São Paulo, Bahia, Piauí, Amapá, Amazonas, Maranhão e Pará. Ao todo, chega a 10 as unidades da Federação com a situação decretada pelo governo federal.

As portarias com o reconhecimento foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU).

Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Rio Grande do Sul tiveram a situação reconhecida nesta quarta-feira 8 de abril.

O secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Alexandres Lucas Alves, argumentou que o reconhecimento do estado de calamidade pública ocorre “em decorrência de doenças infecciosas virais”, citando a Covid-19.

Com o decreto de calamidade pública, o governo federal envia recursos, agentes da Defesa Civil e kits emergências de água, comida e medicamentos.

Já o estado pode atrasar dívidas, comprar sem licitação e atrasar execução de gastos.

Últimas notícias