Desafio de Gerações: diferença dos serviços bancários de hoje e antigamente

No 8º episódio da websérie, conversamos com crianças, jovens e idosos sobre finanças pessoais e serviços oferecidos por bancos

atualizado 28/07/2020 11:27

Não há dúvidas: a tecnologia vem facilitando, cada dia mais, as nossas vidas. No caso dos serviços bancários então, a transformação é impressionante. Até pouco tempo, por exemplo, os cadastros dos clientes eram armazenados em fichas de papel e cada cliente só podia ir à sua própria agência para resolver pendências. Hoje, é possível contar nos dedos quantas vezes precisamos ir presencialmente ao banco.

No oitavo episódio da websérie Desafio de Gerações, conversamos com crianças, jovens e idosos sobre finanças pessoais e serviços bancários. Além de relembrar como era complicado tratar dessas questões há algumas décadas, propusemos uma reflexão sobre os bancos do futuro! Quer saber como foi? Confira!

A revolução digital transformou a vida de milhares de pessoas. Pensando nisso, o Metrópoles e o BRB convidaram crianças e adolescentes, além de pessoas da melhor idade, para conhecerem e comentarem sobre produtos tecnológicos de diferentes épocas. O resultado foi tão interessante que virou série! Quer conferir outros episódios? Clique aqui.

Conforto e praticidade na palma das mãos

O Banco de Brasília une tradição e modernidade, aliando a segurança do mundo bancário com a praticidade dos meios digitais. A instituição conta com mais de 600 mil clientes, 131 agências, um amplo leque de serviços e está sempre pronta para atender os mais diferentes perfis de usuários.

O BRB oferece todas as possibilidades de transações dos meios digitais para facilitar o dia a dia dos clientes. Saiba mais em www.brb.com.br e baixe o app BRB Mobile na App Store e Google Play.