Cofen lança recomendações de segurança contra Coronavírus

Documento ressalta as precauções para todos os profissionais no acolhimento do paciente a fim de conter a proliferação do coronavírus

atualizado 16/04/2020 13:44

O Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) publicou, na última sexta-feira (20), documento com recomendações de segurança importantes para os mais de 2,2 milhões de profissionais de Enfermagem que estão na linha de frente do combate ao coronavírus (COVID-19). O guia atende também a uma demanda da própria categoria, que visa a segurança dos profissionais que, em geral, são os primeiros a entrar em contato com o risco de contaminação. 

De acordo com as orientações, as unidades devem aplicar algumas mudanças no atendimento de pessoas com suspeitas da doença. Dentre as medidas, a escala de profissionais de saúde é uma das prioridades. Para recepcionar os pacientes, o documento sugere que sejam formadas equipes multiprofissionais específicas para acolher pessoas com suspeitas de contágio. Deve-se evitar profissionais com 60 anos, ou mais, e portadores de fatores de risco.

Outro ponto importante do documento é o detalhamento completo para o uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), separado para cada situação vivida em hospitais, ambulatórios e na comunidade. Dentre eles, a máscara, o capote, as luvas e as proteções oculares são essenciais. 

O coordenador da Comitê de Gestão de Crise sobre Coronavírus do Sistema Cofen/Conselhos Regionais, Walkirio Almeida, ressaltou que todos os pontos da cartilha são relevantes, porém enfatiza a tabela de orientação de uso de EPIs em diversos ambientes. “O item 3 e o 4 da cartilha são pontos que devem ganhar uma atenção maior, já que orientam os profissionais de grupo de risco, idosos, grávidas e lactantes sobre como atuar nas unidades de saúde”, pontuou.

“Proteger a Enfermagem é proteger a saúde do Brasil”

Com o objetivo de resguardar profissionais e pacientes, diante dessa situação de pandemia,  o Cofen lança a campanha nacional Proteger a Enfermagem é proteger a saúde do Brasil. Os 2.263.132 de profissionais da categoria estão sendo convocados para contribuir com a disseminação das medidas educativas de prevenção e contenção da COVID-19, bem como para adaptar as medidas de segurança para preservar sua própria saúde. 

A pluralidade da formação do profissional de Enfermagem e sua posição de liderança na equipe, coloca a categoria como protagonista no combate à transmissão da doença. “O Sistema Cofen/Conselhos Regionais de Enfermagem está junto com os profissionais de todo o Brasil para vencermos essa pandemia. A população brasileira precisa do nosso trabalho”, afirma o presidente do Cofen, Manoel Neri. Confira o material completo aqui

Participação da população

“Pela segurança de todos, inclusive dos profissionais de Saúde que estão na linha de frente para conter a pandemia, pedimos que a população respeite o isolamento”, afirmou o conselheiro federal Gilney Guerra. O Distrito Federal é a unidade federativa com maior número de casos per capita.

A sociedade também faz parte da campanha, ao ser convidado para uma reflexão sobre a importância da Enfermagem no cuidado ao paciente e no desenvolvimento de novos protocolos de segurança para combater a transmissão da doença. Confira o site da campanha.