Depen retoma concurso com 309 vagas e marca provas para fevereiro

A remuneração para os cargos disponíveis chega a a remuneração é de R$ 6.030, 23. Certame estava suspenso desde agosto do ano passado

atualizado 20/01/2021 7:26

blindados no presídioAndre Borges/Esp. Metrópoles

O Departamento Penitenciário Federal (Depen) retomou o concurso com 309 vagas, suspenso desde agosto do ano passado em função da pandemia. As provas objetiva e discursiva, segundo publicação do Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira (20/1), estão previstas para o dia 28 de fevereiro.

De acordo com o edital, do total de oportunidades, 294 são para o cargo de agente de execução penal, que pede ensino médio e carteira de habilitação a partir da categoria “B”; e 15 para especialista federal em assistência à execução penal, de nível superior, em diversas áreas de formação.

Para os agentes, a remuneração é de R$ 6.030, 23, incluindo gratificação de desempenho e auxílio-alimentação de R$ 458. Para os especialistas, inicial de R$ 5.865,70.

No caso de especialista, as oportunidades são para as áreas de enfermagem (9), médico clínico (1), médico psiquiatra (1), odontologia (1), psicologia (1), serviço social (1) e terapia ocupacional (1).

A lotação dos aprovados será na sede do Depen em Brasília e nos cinco presídios federais do órgão, também na capital do país, Campo Grande (MS), Catanduvas (PR), Mossoró (RN) e Porto Velho (RO).

Últimas notícias