*
 

Um novo concurso para Polícia Civil de Goiás (PCGO) foi autorizado na terça-feira (31/10). O anúncio foi feito pelo governador Marcone Perillo (PSDB). Serão 100 vagas para delegados e 440 para escrivães e agentes de polícia.

A Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento de Goiás (Segplan) afirmou que está em fase de preparação para lançamento do edital, o que deve ocorrer na segunda quinzena de janeiro de 2018.

O secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, Ricardo Balestreri, informou que, além do novo concurso público, a Polícia Civil prevê a criação de três novas delegacias: de Combate a Crimes Cibernéticos, de Combate a Crimes Rurais e Especializada no Atendimento a Pessoas com Necessidades Especiais.

Fraudes
O último concurso da Polícia Civil do estado está suspenso e pode ser anulado por suspeita de fraudes. A operação em Goiás, chamada Porta Fechada, foi deflagrada no mesmo instante em que a Polícia Civil do Distrito Federal, lançava uma nova fase da Panoptes, na segunda-feira (30/10). Ambas têm a intenção de desarticular grupos ligados à Máfia dos Concursos.

A primeira fase da Operação Panoptes na capital do país ocorreu em 21 de agosto deste ano. Na ocasião, foram cumpridos mandados de prisão preventiva contra Helio Garcia Ortiz; o filho dele, Bruno de Castro Garcia Ortiz; Johann Gutemberg dos Santos e Rafael Rodrigues da Silva Matias.

 

 

COMENTE

concursoPCGO
comunicar erro à redação