Deixe os tabus do lado de fora e pode entrar. Tudo sobre sexo, para você gozar a vida.

Por dentro do motel: acabe com quatro mitos antes do prazer

A coluna conversou com Felipe Martinez, presidente da Associação Brasileira de Motéis (Abmotéis) para esclarecer mitos sobre o segmento

atualizado 06/02/2020 8:51

JP Rodrigues/ Metrópoles

Quando falamos de motéis, muitos são os mitos que podem surgir, principalmente, por estar relacionado ao mundo do sexo. Em algumas situações, essas pequenas dúvidas podem acabar atrapalhando o prazer do casal.

A coluna Pouca Vergonha conversou com Felipe Martinez, presidente da Associação Brasileira de Motéis (Abmotéis), e ele esclareceu vários temas para desmistificar situações que ainda causam desconfiança sobre os quartos dos estabelecimentos.

Piscina

Ao frequentar um motel, geralmente, muitos hóspedes não se sentem confortáveis em aproveitar um banho de piscina, pois acreditam que o local não é higiênico pelo simples fato de outras pessoas já terem usado. Mas as piscinas dos motéis recebem o mesmo tratamento de piscinas de hotéis, condomínios e clubes. “A água é tratada com cloro, conforme determinação da legislação específica, e os filtros ficam ligados 24 horas todos os dias”, afirma Felipe. “Outro ponto é que, no caso dos motéis, a rotatividade na piscina é menor, se comparado com outros locais que têm as suas piscinas utilizadas por um grande número de banhistas”, completa.

Mobiliários

Talvez os hóspedes não se preocupem tanto com as mobílias, mas caso não sejam bem higienizadas, podem oferecer perigos de contaminação da mesma forma que cadeiras e equipamentos de academias e cadeiras de praia. Vale ter cuidado na escolha de onde vai transar.

Cozinha

Para quem fica com aquela fome de leão após o sexo, muitos motéis têm estruturas profissionais dignas de restaurantes, além de contarem com chefs que assinam os cardápios. “Normalmente, as cozinhas dos motéis funcionam 24 horas e apresentam opções variadas de lanches e refeições, além de opções de drinques e cartas de vinhos”, diz.

Enxoval

Antes mesmo de aproveitar um bom momento de tesão, alguns casais podem ter receio de utilizar os lençóis da cama do motel. “Em vários casos os enxovais dos motéis são lavados nas mesmas lavanderias terceirizadas que fazem a higienização para locais de hospedagem como hotéis e pousadas”, aponta Felipe.

Hidro

Não muito diferente da realidade das piscinas, alguns hóspedes também não gostam de curtir hidro no motel. André minimiza as preocupações. “As hidros são sempre higienizadas e esterilizadas em dois processos. A primeira etapa é a higienização da tubulação com um produto à base de cloro. No outro processo, é feita a esterilização de toda a superfície da banheira, utilizando os mesmos padrões empregados nas hidros de hotéis e SPAs”, finaliza.

Últimas notícias