Celebridades, subcelebridades e tudo sobre televisão de maneira ácida e divertida.

Tinder e Grindr podem ter vazado orientação sexual de brasileiros

Em caso de condenação, as empresas poderão sofrer multas que podem chegar a R$ 9 milhões

atualizado 15/01/2020 11:52

Rafael Campos/ Metrópoles

Os aplicativos de relacionamento Tinder e Grindr serão notificados secretaria Nacional dos Consumidor do Ministério da Justiça por suspeita de venderem dados dos usuários, até mesmo aqueles relacionados à orientação sexual.

As informações são da coluna de Lauro Jardim. De acordo com o jornalista, a Senacon dará um prazo de 10 dias para que encarregados dos aplicativos no Brasil esclareçam a suspeita de que as informações de clientes brasileiros foram negociadas de forma ilegal.

Os apps já foram acusados de violar a privacidade de seus usuários em outros países, como Noruega. Em caso de condenação, as empresas poderão sofrer multas que podem chegar a R$ 9 milhões.

Dicas

O Tinder divulgou recentemente uma pesquisa com as preferências de seus usuários em 2019 que podem te deixar mais bem preparado para arrasar no próximo ano. Clique no link e saiba mais.

 

Últimas notícias