Celebridades, subcelebridades e tudo sobre televisão de maneira ácida e divertida.

Mulher de Cid Moreira sobre filho deserdado: “Não era bebê abandonado”

Fátima Moreira usou a conta do marido para dar sua versão dos fatos sobre a acusações de Jorge Moreira, que foi deserdado pelo jornalista

atualizado 14/07/2021 13:59

A mulher de Cid Moreira, Fátima Moreira rebateu as declarações do filho adotivo do marido, Roger Moreira. O rapaz concedeu entrevista para a Record nessa terça-feira (13/7), afirmando ter recebido um documento escrito por Cid para avisá-lo de que ele não faz mais parte de seu testamento. Roger chegou a mostrar um trecho no qual Cid afirma “ter sido um erro adotá-lo”

Em um vídeo com pouco mais de 13 minutos, Fátima esclarece que adoção aconteceu depois de Roger estar adulto. “Ele foi adotado adulto, não foi abandonado bebê pelo Cid. Tinha pai e mãe, ele deixou pai e mãe para ser adotado pelo Cid e pela tia já adulto.”

Ela disse que quando conheceu o jornalista, ele já havia iniciado o processo de adoção. “Cheguei na vida do Cid em 2000, nos conhecemos no Ceará e esse moço estava com ele, ainda não era adotado. Já era um moço adulto e fazia dois anos que ele [Cid] havia se separado da tia desse rapaz. Não é uma questão para eu julgar o porquê fizeram isso. Ele já era adulto. O Cid conheceu ele e os dois irmãos e ajudaram a mãe e o pai dele a se instalarem aqui. Cid ajudou ele a montar uma loja no Leblon, porque era isso que ele fazia no Sul. Ele voltou ao Rio Grande do Sul e o Roger voltou algumas vezes para cá na adolescência dele”.

0

Na versão da companheira de Cid, o afastamento entre os dois aconteceu em razão dos custos de manter um estúdio que Roger trabalhava, o que motivou o rapaz a processar o pai e exigir um ressarcimento de R$ 1 milhão. O apresentador ganhou o processo, mas os dois nunca mais tiveram contato.

Mais lidas
Últimas notícias