Celebridades, subcelebridades e tudo sobre televisão de maneira ácida e divertida.

Estrela do Big Brother morre aos 38 anos após batalha contra anorexia

Nikki Grahame lutava contra a anorexia nervosa e morreu em uma clínica no Reino Unido. Ela virou celebridade após o Big Brother de 2006

atualizado 10/04/2021 18:23

Nikki GrahameReprodução/Instagram

A estrela do Big Brother do Reino Unido Nikki Grahame, de 38 anos, morreu na madrugada dessa sexta-feira (9/4). A notícia foi dada pelo agente dela em um comunicado à imprensa. Nikki participou da edição de 2006 do reality e era uma celebridade local.

As causas da morte da personalidade da TV britânica não foram reveladas ainda, mas, segundo a família, ela sofria de anorexia e vinha lutando contra o distúrbio alimentar em um hospital particular.

0

Na nota, o agente pede respeito à privacidade da família. “Por favor, respeite a privacidade dos amigos e familiares de Nikki neste momento trágico e difícil”, disse o texto.

Um amigo de Grahame, Leon Dee, lamentou a morte dela. “Quebra nossos corações saber que alguém tão precioso foi tirado de nós tão cedo. Nikki não tocou apenas a vida de milhões de pessoas, mas também seus amigos e familiares que sentirão imensamente sua falta”, escreveu.

No Big Brother, Nikki repercutiu ao entrar na casa vestida de coelhinha da Playboy, atraindo grande atenção da mídia. Seus acessos de raiva com os companheiros de confinamento a fez ser eliminada do programa menos de dois meses após o início do reality. Ela voltou para a casa depois e terminou a disputa em 5° lugar.

Luta desesperada

Fora da casa, ela falava abertamente sobre a luta contra a anorexia nervosa. Foi internada diversas vezes tentando vencer a doença. Dois livros escritos por ela contam a triste experiência.

Segundo a mãe da celebridade, a jovem teve uma recaída por conta do fechamento das academias, durante a pandemia do novo coronavírus. Para conseguir comer, ela se via obrigada a se exercitar, logo, isolada em casa, a situação piorou.

Fãs e amigos chegaram a doar quantias em dinheiro em uma campanha no GoFund Me para que ela pudesse arcar com os custos do tratamento em uma clínica especializada, depois que todos os tratamentos oferecidos a ela pelo sistema de saúde britânico, o NHS, não funcionaram.

O dinheiro, segundo o agente de Nikki, será doado em memória dela a uma instituição de ajuda aos que sofrem de anorexia.

Últimas notícias