metropoles.com

Ciro Gomes antes da posse: “Lula está dominado pela vontade de se vingar”

De Ciro Gomes ao recusar apoio a Lula na eleição presidencial de 2022: “Tomado de ódio, tudo o que o domina hoje é a vontade de se vingar”

atualizado

Compartilhar notícia

Fábio Vieira/Metrópoles
Ciro Gomes

De Ciro Gomes ao justificar, antes da eleição de 2022, porque não apoiaria Lula à Presidência.

“Lula virou uma pessoa que, o que diz de manhã, já não serve de tarde. Está tomado de ódio. Tudo o que domina Lula hoje é a vontade de se vingar.”

A declaração foi dada ainda em 2021 em entrevista à coluna. Esta semana, Lula tornou público o desejo que nutriu, na prisão, de se vingar de Sergio Moro. E, tomado pela raiva que ainda sente do ex-juiz, colocou em dúvida o trabalho da Polícia Federal, da Justiça e do Ministério Público.

Apesar de o PDT comandar um ministério de Lula, Ciro Gomes tem mantido distância do governo.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comPaulo Cappelli

Você quer ficar por dentro da coluna Paulo Cappelli e receber notificações em tempo real?

Notificações