metropoles.com

Podcasts como ferramentas de engajamento para empresas

Tendência que foi impulsionada na pandemia pode gerar resultados interessantes, avalia Bruno Rodrigues, CEO e Co-Founder da Artes Filmes

atualizado

Compartilhar notícia

CoWomen/Unsplash
podcast
1 de 1 podcast - Foto: CoWomen/Unsplash

No início da década passada, empresas de todos os setores descobriram uma nova ferramenta: os blogs. Parte essencial do marketing 4.0, grandes organizações aumentaram exponencialmente seus lucros ao conseguirem se conectar diretamente ao seu público. Após a pandemia, observamos outro movimento que foi amplamente aceito pelo público. Trata-se dos podcasts.

De acordo com a pesquisa Podcast Stats Soundbites, realizada pelo Spotify, o Brasil é o segundo mercado mundial que mais produz e consome podcasts. Neste cenário, algumas empresas – como o Banco do Brasil, o Itaú, o Ifood, entre outras – já descobriram a força que esse formato de divulgação de conteúdo possui com o seu público. Nos próximos anos, iremos observar diversas marcas aderirem aos podcasts, seja para engajar colaboradores, como também para se comunicar com parceiros e clientes.

É importante que empresas busquem acompanhar novas ondas, ou seja, tendências em canais que ganham visibilidade e estão intrinsecamente assimiladas ao gosto popular. Caso contrário, elas podem perder a oportunidade de ganhar mercado e se tornarem referência ao público.

Se um canal no YouTube exige uma infraestrutura muito mais completa – desde o estúdio até uma câmera de boa resolução -, os podcasts possuem um valor muito mais acessível. Basta um bom microfone e um ambiente sonoramente agradável que já gera a sua credibilidade.

Mas, atenção, assim como outras formas de conteúdo, a “cereja do bolo” do podcast não é uma tecnologia, e sim a criatividade. É necessário organização para que os objetivos da criação estejam extremamente alinhados antes, durante e após a sua produção.

É possível realizar podcasts em diversos formatos. Desde documentários, narrações e debates, até entrevistas, seja com o CEO da empresa falando sobre um assunto que é de suma importância para todos, como também um colaborador em específico falando e retirando as dúvidas de algo extremamente nichado.

Aliás, o marketing de nicho é uma das grandes características dos podcasts. Seja para colaboradores ou para clientes realmente interessados em um serviço, esse formato de conteúdo pode ampliar a credibilidade da empresa em uma determinada área. Além disso, diferente da antiquada e tradicional intranet, os podcasts permitem que os parceiros acessem de uma forma muito mais interativa e humanizada a informação, o que permite também a retirada de dúvidas com muito mais clareza.

Pensando em podcast como ferramenta para reforçar o endomarketing, quão motivado e engajado ficaria um colaborador ao ceder uma entrevista nesse formato? Quanto ele estudaria antes e como as informações ali transmitidas ajudariam outros profissionais da empresa.

Os podcasts podem transmitir com exatidão a cultura, missão, visão e valores das corporações. Em tempos de home office e relações híbridas, é necessário que empresas se adaptem a novos formatos.

Bruno Rodrigues  é CEO e Co-Founder da Artes Filmes. Formado em Rádio e TV pela Universidade Brás Cubas de Mogi das Cruzes, e com MBA em Gestão Empresarial pela FGV e especialização em Gestão de Redes de Franquias pela ABF (Associação Brasileira de Franchising).

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações