Tudo o que rola no universo dos famosos e da televisão, sob o olhar atento de Leo Dias e equipe.

“Vacina, vacina e tchau tchau aos mitos”, escreve Xuxa sobre a pandemia

A apresentadora diz que está contando os dias para que os brasileiros comecem a ser vacinados

atualizado 09/01/2021 16:19

XuxaFoto: Blad Meneghel

Em sua coluna na edição de janeiro da revista Vogue Brasil, Xuxa revelou um pouco de sua história de vida para falar sobre a pandemia. A apresentadora diz que está contando os dias para que os brasileiros comecem a ser vacinados e critica a maneira como o governo está tratando a crise na saúde provocada pelo Covid-19.

“Minha mãe nunca vacinou nenhum dos cinco filhos. Ela nos teve muito nova, com 16 anos, e como nunca foi vacinada, perguntou ao médico o que era e para que servia. O médico explicou que iria colocar o vírus no nosso corpo para criarmos anticorpos e assim ganharmos a luta contra a doença. Minha mãe pegou minha irmã e disse: ‘Nem pensar’”.

0

“Trabalhando com crianças, tive contato com sarampo, rubéola… Assim meus anticorpos foram criados na marra. Ao ir para a África, já mãe da Sasha, tive que tomar minha primeira vacina e digo para vocês que me bateu muito medo, mesmo tendo dado todas as vacinas na Sasha. Hoje me vejo contando os dias para essa vacina sair”, escreveu Xuxa.

A apresentadora aproveitou para falar sobre as teorias sobre a vacina. “Já pensei em ir para São Paulo e tomar lá, já pensei em tanta coisa, menos em não ser vacinada. Ouvi tanta gente ignorante falando que ela daria doenças, teria um chip… Mas o pior é saber que tem pessoas que estão na dúvida se se vacinam ou não porque ela é da China ou da Inglaterra”.

“Nunca imaginei que esse desgoverno pudesse desestimular o povo a se vacinar. Estamos em uma pandemia! Acho que algumas pessoas não entenderam ainda, acho que elas não sacaram que estamos vivendo um filme de terror onde para sairmos de casa precisamos usar máscaras, lavar as mãos, não se abraçar…”.

Xuxa também comentou a gestão do governo em relação à pandemia. “Milhares de pessoas já morreram no mundo e no nosso país não é diferente. Quer dizer, talvez um pouco, já que o nosso presidente ri de tudo: do ozônio, tira sarro com o uso de máscaras, chama a pandemia de ‘gripezinha’, diz que todos um dia vão morrer, não é mesmo?”.

“Tem gente misturando água no álcool em gel, respiradores superfaturados, hospitais sem leitos… Um ministro da saúde foi arrancado porque nos falava a verdade, o outro porque não quis compactuar com um remédio que a eficácia não foi comprovada”, disse Xuxa, que fez ainda críticas sobre outros temas.

“A Floresta Amazônica em chamas e nosso governo culpando os índios e a boiada passando à frente para ganhar flexibilidade, uma sacanagem com a natureza. Muita gente sem emprego enquanto as taxas retiradas foram as das armas, pois nosso governante acha importante armar a população ao invés de colocar feijão e arroz nos pratos”.

Sem citar nomes, Xuxa falou sobre as investigações de corrupção envolvendo a família Bolsonaro. “A família que não pode ser tocada, tudo para proteção de seus filhos. Se não há nada a temer porque não deixam revirar tudo? Porque não cooperam com a Polícia Federal? Pelo contrário, trocam todas as pessoas que são contra seus pensamentos”.

“O nosso desgoverno virou piada e chacota no mundo todo, é vergonhoso ver o mundo rir do nosso país. Tem muita gente ainda que diz que o ama e pasmem, o chamam de ‘mito’, riem das nossas leis. Se falam mal do STF, ou melhor, estão do lado do desgoverno, estão protegidos e nada acontece: não são presos, não pagam pelos seus erros ou crimes”.

“Isso tudo está na cara das pessoas, mas elas não querem ver, não conseguem enxergar, parece que estamos vivendo realmente um filme de terror. Tanta gente morrendo pelo vírus e uma guerra política vergonhosa. Quem é contra pode levar uma bala, pode ser agredido verbalmente com carros de som ou nas mídias, quem é contra é perseguido”.

“Eu, como muitos brasileiros que pagam impostos (faço isso desde os meus 16 anos), quero vacina para todos. Eu, como brasileira envergonhada que estou, exijo respeito por minhas decisões e postura. É inadmissível ouvir que todos vão morrer um dia, tentando justificar o injustificável”, escreveu a apresentadora.

Em seu desabafo, Xuxa contou que pessoas próximas a ela morreram em decorrência do Covid-19. “Já perdi muitas pessoas perto de mim e não aceito que outras se vão por causa de uma política podre e vergonhosa. E mais, não é uma questão de partido, são atitudes erradas, palavras usadas para calar a boca de jornalistas, palavrões e atos”.

Xuxa relembrou uma campanha que fez com Zé Gotinha, símbolo da vacinação no Brasil. “Há muito tempo eu fiz uma campanha que dizia: ‘Gotinha, gotinha e tchau tchau paralisia infantil’ e hoje eu digo: ‘VACINA, VACINA E TCHAU, TCHAU AOS MITOS’”. E finalizou com a frase “See you later, alligator”, que em tradução literal diz “Te vejo depois, jacaré”.

Últimas notícias