Tudo o que rola no universo dos famosos e da televisão, sob o olhar atento de Leo Dias e equipe.

Perfil Tricotei cobra até R$ 6 mil por divulgação

Fonte mostra à coluna prints de orçamento feito com a página do Instagram para divulgação de material

atualizado 19/07/2022 14:00

Logo Instagram em celularNeONBRAND/Unsplash/Divulgação

O assunto “Banca Digital”, divulgado através de reportagens publicadas pela coluna Leo Dias desde o domingo (4/7), continua sendo o principal da internet. Vários casos vieram à tona e mais uma fonte entrou em contato com este colunista para confirmar que há sim um esquema entre páginas no Instagram que cobram para elevar (ou derrubar) uma pessoa na rede social.

A fonte enviou um print de uma conversa que teve com um representante da página Tricotei, em que pede um orçamento para divulgação de material. Uma pessoa identificada como Geovanna informou para esta fonte como funcionam os pacotes do perfil. Segundo ela, duas divulgações custam R$ 700; 15, R$ 4 mil; e 30, R$ 6 mil. “O publipost é apagado em 24 horas a partir do horário em que é publicado. E fica uma hora no topo, sem ser postado nada em cima para que tenha uma visibilidade ainda maior”, escreveu.

“O Tricotei ganha de cinco a sete mil novos seguidores por dia e o preço é mantido até o fim das divulgações, mesmo tendo o seu número de seguidores aumentando constantemente”, continuou.

Até o momento, apenas os perfis Gossip do Dia e SubCelebrities emitiram uma nota oficial, nessa segunda-feira (5/7).

“Não faço parte de nenhum esquema. Tudo isso caracteriza crime. Não sou criminosa. Isso são acusações sérias, sem embasamento algum. Não recebo a cada post colocado aqui. Muitos influenciadores pedem (todos os dias, inclusive) para estarem aqui, mas nem por isso postamos. Eu sempre fiz questão de deixar claro que meu compromisso sempre foi com o público e que isso não seria vendido. Nunca cobramos para qualquer cancelamento. Isso não existe”, diz a nota do Gossip do Dia.

Já os responsáveis pelos perfis SubCelebrities afirmaram que “tratam a notícia de forma profissional”: “Estou com minha consciência tranquila em relação a isso. Estão nos acusando de um crime e, a partir do momento que isso acontece, a resolução do caso deve ser feita na justiça. O SubCelebrities é hoje uma empresa profissional, tratamos a notícia com responsabilidade e levamos a informação de forma leve e com seriedade. Sempre prezamos por uma comunicação empática, não compactuamos e jamais incentivamos qualquer tipo ataque virtual”.

Os demais perfis que compõem a Banca Digital, como Alfinetei, Nazaré Amarga, Tô Bem Isso e Miga Sua Loca, seguem sem fazer qualquer tipo de declaração. Outros como Otariano e Choquei desativaram suas contas após a publicação.

Mais lidas
Últimas notícias