Tudo o que rola no universo dos famosos e da televisão, sob o olhar atento de Leo Dias e equipe.

Pastor Deive Leonardo: “Jesus não é apenas um refúgio durante a loucura”

Em entrevista no Tô na Pan, o religioso falou sobre a fé durante a pandemia e o valor da segunda chance

atualizado 29/09/2020 13:00

Deive LeonardoDivulgação

O pastor Deive Leonardo foi o convidado desta manhã (29/9) no Tô na Pan. Para quem não o conhece, o pastor tem apenas 30 anos e acumula 7 milhões de seguidores no Instagram, onde leva a palavra para diversas pessoas – inclusive inúmeras celebridades.

Nomes como Neymar, Gabriel Medina, Mc Zaac e  Whindersson Nunes estão entre os “fiéis” seguidores. A entrevista foi norteada por inúmeros assuntos, mas as declarações do pastor sobre a pandemia mundial se destacaram.

0

Deive apontou a necessidade de se religar a Deus como uma das saídas para suportar o período. “Eu avalio a pandemia da seguinte maneira: o ser humano passa por tragédias repetidas, mas cada vez de uma forma diferente. E obviamente nós temos culpa nisso. Elas são as nossas colheitas. Todo ano, nós temos algo que afeta o mundo, né? Mas, agora em 2020, foi de forma astronômica. A gente vai ter que aprender a desaprender para poder reaprender novamente. O mundo mudou e as pessoas buscam a Deus novamente”, pontuou.

O religioso revelou que ganhou diversos seguidores durante o isolamento social pois muitos estavam em busca de boas palavras no intuito de achar a luz no final do túnel. “Muita gente no desespero procura a Deus e depois esquece, né? Jesus não é apenas um refúgio durante a loucura. Jesus é uma casa que precisa sempre nos servir de abrigo”, disse.

O aumento dos divórcios durante o isolamento social também virou pauta e Mayra Cardi  foi citada durante o bate-papo. “Eu sempre digo uma coisa: seria estranho que a gente dissesse para o próximo acabar de uma vez um casamento pois se eu creio num Deus que perdoa assassinos, a gente precisa dar valor para a segunda chance. Mas é claro que não iremos apoiar um relacionamento que prejudica a vida de alguém”, contou. Arthur Aguiar, que recentemente converteu-se ao Evangelho, recebeu o apoio. “É muita maldade apontar o dedo para os outros como se elas não fossem dignas de uma nova chance, pois amanhã você pode cair no próprio buraco. Minha mãe sempre me disse: ‘Deus perdoa, mas o homem nunca esquece’ e esta é a mais pura verdade. Portanto, confiem no Senhor pois ele é o bastante”, finalizou.

Emoção

Ao falar sobre a necessidade de dar uma segunda chance às pessoas, Deive tocou fundo o coração deste colunista. “Eu me emocionei porque Deus já me deu vários sinais. A minha vida passava numa velocidade tão rápida e só hoje eu enxerguei isso. Quero contar uma coisa: na sexta-feira da Paixão, a cantora Iza me ligou e disse: ‘Deus entrou em contato comigo e disse que você é um filho muito querido e que você precisa se aproximar dele’, e eu juro que isso me despertou demais. Eu vi que precisaria mudar. Eu estou muito melhor aqui no Nordeste, eu saí do ambiente nocivo que vivia no Rio e Janeiro e eu precisava disso”.

Mais lidas
Últimas notícias