Tudo o que rola no universo dos famosos e da televisão, sob o olhar atento de Leo Dias e equipe.

Jéssica Ellen lança o álbum Macumbeira: “Homenagem à umbanda”

Macumbeira contém oito faixas e conta com a participação de Zezé Motta, Pretinho da Serrinha e da irmã de Jéssica Ellen, Enjoyce

atualizado 20/01/2021 16:36

Divulgação

Jéssica Ellen, que volta ao ar em breve como a Camila de Amor de Mãe, está lançando o álbum Macumbeira nesta quarta-feira (20/1). No disco, idealizado e gravado durante a pandemia do Covid-19, a atriz e cantora homenageia algumas das entidades da umbanda e busca transmitir amor e esperança ao público.

“A umbanda foi o primeiro contato espiritual que eu tive. Meu falecido avô era umbandista e tenho uma relação de afeto e memória afetiva. Então, é uma forma de homenagear a umbanda, de agradecer pela proteção e pelo legado espiritual do meu avô. Senti que deveria falar disso, é o que toca o meu coração no momento”, contou Jéssica.

0

Macumbeira contém oito faixas, sendo três delas inéditas, e conta com a participação de Zezé Motta, Pretinho da Serrinha e da irmã caçula de Jéssica, Enjoyce. “Estou muito feliz de realizar um trabalho como esse, que é super singular, independente, que tem a contribuição de vários artistas, músicos, compositores. Estou bem feliz”.

O sucesso de Amor de Mãe, primeira novela do horário nobre de Jéssica, deve dar mais visibilidade à sua carreira de cantora. “Eu sou uma artista independente, não faço parte de gravadora e invisto o pouco que posso nos álbuns que escolho gravar. E a televisão faz com que as pessoas tenham acesso mais rápido ao meu trabalho”.

Fé durante a pandemia

No álbum, Jéssica fala sobre sua fé, a qual se apegou ainda mais durante a pandemia. “A fé me ajudou muito, porque fé é a gente acreditar que algo vai passar, que algo melhor está por vir. A fé e as práticas religiosas, como rezar, meditar, me alimentar bem, fizeram com que eu atravessasse 2020 de uma maneira mais tranquila”.

Sobre o preconceito em relação ao tema do álbum, Jéssica comenta: “Eu recebi algumas mensagens de pessoas dizendo ‘vou parar de seguir porque só fala de macumba’. Mas também recebi muitas mensagens de pessoas se sentindo honradas. Estou confiante de que o álbum vai tocar no coração de quem tiver que ser atravessado por isso”.

O álbum leva o mesmo nome do single que Jéssica divulgou em novembro de 2020 e a data do lançamento foi escolhida por ser o dia de São Sebastião, padroeiro da cidade do Rio de Janeiro, berço da umbanda. Macumbeira é o segundo disco da artista, que já gravou também Sankofa, em 2018.

Últimas notícias