Tudo o que rola no universo dos famosos e da televisão, sob o olhar atento de Leo Dias e equipe.

Grávida de gêmeas, Bruna Surfistinha diz: “A barriga atrapalha o sexo”

Em entrevista ao podcast Versão Mãe, da jornalista Dani Maia, ela contou que engordou 15 kg e que já passou pela pior fase de enjoos

atualizado 18/06/2021 17:27

Raquel PachecoReprodução

Raquel Pacheco, a Bruna Surfistinha, está no sétimo mês de sua primeira gestação, à espera das gêmeas Elis e Maria, previstas para nascer em setembro. Em entrevista ao podcast Versão Mãe, da jornalista Dani Maia, ela contou que engordou 15 kg e que já passou pela pior fase de enjoos. E ainda teve que adaptar o sexo à barriga da gravidez.

“Engordei 15 kg, mas estou super bem. Estou com a glicemia ok, com um pouco de anemia, mas não é forte, está sob controle. Estou sendo considerada uma grávida saudável. Enjoei mais no início. Estou sentindo que estou muito sensível, então, estou enjoando muito com cheiros que antes eu gostava, como café”, contou Raquel.

0

Já o sexo precisou de adaptações. “Como está tudo normal com as bebês, estou liberada para manter a vida sexual normal. Não é proibido, é até saudável, não machuca o bebê. Mas é claro que a intensidade mudou bastante. A barriga está grande, já incomoda para dormir e atrapalha um pouco o sexo. Papai e mamãe não rola mais”, brincou ela

“Tem dias que estou com muita vontade, muito desejo, e outros que não quero. A gente vive uma explosão de hormônio. A gente tem que entender isso e os homens também. E sexo nem sempre é apenas penetração. Dá para manter a vida sexual de outras maneiras. Carinho, carícias, autoestima boa. Tudo isso é importante e faz parte da relação sexual”, disse.

Sobre a receptividade das pessoas com a notícia de sua gravidez, Raquel contou que recebeu muitas felicitações, mas também algumas mensagens de preconceito, que a entristecem. “Uma coisa é os ataques serem focados em mim. Eu seguro a bronca. Mas com elas eu não tolero. Elas nem nasceram. Que maldade é essa?”, falou ela.

“Com isso, vi que já virei uma mãe leoa. Como tem humano desumano por aí… No início, minha mão tremia para responder às ofensas. Mas agora deixo para lá. Deixei de me alimentar dessas maldades. Sempre quis ser mãe e estou muito feliz”, comentou Raquel. O podcast Versão Mãe vai ao ar neste domingo (20/6) em todas as plataformas de áudio.

Últimas notícias