Tudo o que rola no universo dos famosos e da televisão, sob o olhar atento de Leo Dias e equipe.

Galã de novelas da Record faz transplantes de emergência

Saulo Meneghetti, que se destacou em tramas como Escrava Mãe, passou por três cirurgias após o rompimento das córneas

atualizado 18/10/2021 17:48

Saulo Meneghetti

Saulo Meneghetti levou um susto nos últimas dias. Convivendo desde os 13 anos com o ceratocone, doença que altera o formato das córneas, o ator precisou passar por três cirurgias de emergência depois que o tecido que protege os olhos se rompeu. 

“O meu caso foi uma benção divina. Devido ao avanço da doença, uma das minhas córneas afinou demais e eu tive que fazer o transplante às pressas. No momento que ligaram não tinha doador para mim, mas 20 minutos depois, apareceu alguém”, contou o ator à nossa equipe. 

0

A cirurgia foi um sucesso, mas pouco tempo depois que o ator deixou o centro cirúrgico e voltou ao quarto, a outra córnea também se rompeu. A equipe médica tentou realizar um procedimento de colagem, para que o olho operado tivesse mais tempo de se recuperar. No entanto, a tentativa não foi bem sucedida e, dias depois, Saulo precisou ser submetido à outra cirurgia de emergência, para realizar outro transplante. 

“A recuperação é demorada. Tenho que ficar em repouso absoluto por dois meses, tiro os pontos em quatro meses e tomo medicamentos por outros seis. Mas já estou conseguindo ler e escrever de novo”, revela.  

O ceratocone projeta a córnea para frente e desenvolve uma saliência em forma de cone, que pode comprometer a visão. A doença pode ser hereditária – os pais de Saulo Meneghetti, por exemplo, também possuem. Mas a patologia pode afetar mesmo quem não tenha casos na família. 

Com 5% de visão, ator escondia a doença nos bastidores da TV: “Medo”

O ator conta que, em seu caso, só tinha cerca de 5% da visão total, mas com as lentes de contato rígidas que sempre utilizava, conseguia enxergar mais ou menos 60% do que estivesse à sua volta. Apesar de ajudar, essas lentes não são a cura do ceratocone. A única forma é um transplante de córnea, mas para isso, a pessoa deve entrar em uma lista de espera. 

Desde que revelou ter a doença, Saulo se tornou uma espécie de ativista da causa e já conseguiu reunir várias assinaturas para que o ceratocone seja reconhecido como uma deficiência: “Assim as pessoas terão acesso a um tratamento gratuito, hoje existem muito poucos e as filas são longas”.

Com personagens que se destacaram em produções da Record TV como Lia, Escrava Mãe e O Rico e o Lázaro, Saulo Meneghetti conta que escondia a doença dos colegas e dos superiores nos bastidores. “Eu tinha medo que a doença atrapalhasse meu trabalho, por isso chegava horas antes nos sets de filmagem e gravava para onde poderia me mover, ou onde estavam as câmeras. Tudo para que não percebessem que havia algo de errado”, lembra . 

A coluna deseja uma boa recuperação ao ator.

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga @leodias no Instagram.

Agora também estamos no Telegram! Clique aqui e receba todas as notícias e conteúdos exclusivos em primeira mão.

Últimas notícias
Mais lidas