Tudo o que rola no universo dos famosos e da televisão, sob o olhar atento de Leo Dias e equipe.

Felippe Valadão: “A religião deturpa as coisas. Amor de Deus é para todos”

Após polêmica LGBT envolvendo igreja da família Valadão, Felippe fez um culto especial na filial de Niterói, no Rio de Janeiro

atualizado 13/09/2020 20:40

Reprodução

Após o pastor André Valadão dizer em suas redes sociais que igreja não seria lugar para gays, o cunhado e também pastor Felippe Valadão resolveu fazer um culto especial, na filial da Igreja Batista da Lagoinha em Niterói, no Rio de Janeiro, na noite deste domingo (13/9).

“Tenho certeza que essa palavra de hoje vai curar muita gente que esta magoada com a igreja hoje. Estou muito tranquilo e tenho muita coisa boa para te contar. Sou pregador de boas notícias. Jesus não vai derramar sangue para você receber perdão de Deus. O sangue já foi derramado. Infelizmente, a religião deturpa as coisas, os dogmas são confusos, como homem a gente tenta agradar a Deus e erra. Pediremos perdão pelos nossos pecados. Deus é perfeito e maravilhoso”.

O culto foi assistido por milhares de pessoas pelo canal da Igreja Lagoinha no YouTube, além de alguns fiéis que acompanharam presencialmente, seguindo todas as regras de distanciamento social. Entre um louvor e outro, pastor Felippe falou que amor de Deus é para todos e que o único pecado que afasta Deus do homem é a falta de fé:

“Eu respeito todas as igrejas e denominações do Brasil. Não existe nada que Deus tenha amado mais que pessoa. Porque Deus amou o mundo, deu filho unigênito, para que ele não sofra, mas tenha a vida eterna. Deus amou o mundo e deu Jesus. Mesmo que ninguém o quisesse, ele deu. O pré-requisito da doação não foi aceitação, foi amor. O amor é para todos. O evangelho é pra todos. Jesus veio para todos. Todo aquele que crê pode desfrutar do amor de Jesus e ter a vida eterna. Como temos a mentalidade tão antiga de colocar pecados na balança? O único pecado que afasta Deus de você é a incredulidade”.

Últimas notícias