Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

O fantasma de Eduardo Cunha assombra eleição para cadeira do TCU

Marido de postulante à vaga é lembrado como da "tropa de choque" do ex-deputado Eduardo Cunha e causa desconforto entre ministros

atualizado 23/06/2022 18:08

Rafaela Felicciano/Metrópoles

Mesmo sem mandato eletivo, o ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha ainda assombra as discussões políticas, em especial a de quem vai ocupar a cadeira a ser deixada pela ministra Ana Arraes, no Tribunal de Contas da União (TCU). Arraes completa 75 anos em 28 de julho e, portanto, deve deixar a Corte.

Uma das postulantes é a deputada federal Soraya Santos (PL-RJ), mulher do ex-deputado federal Alexandre Santos (MDB-RJ), conhecido por ser atuante no mandato da esposa.

O ex-congressista também é lembrado por ter sido integrante da “tropa de choque” de Eduardo Cunha – no auge da carreira do emedebista no Congresso Nacional. A ligação causa certo desconforto entre ministros da Corte de Contas.

O atual presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), ainda não definiu o dia da votação que vai escolher o próximo integrante do TCU.

O alagoano chegou a sinalizar que decidiria o nome apenas após as eleições de outubro, mas aliados cogitam que a escolha pode ser antecipada.

Concorrem à vaga, além de Soraya Santos, os deputados Fábio Ramalho (MDB-MG), Jhonatan de Jesus (Republicanos-RR) e Hugo Leal (PSD-RJ).

Mais lidas
Últimas notícias