Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

Ministério da Saúde enviará 250 mil doses extras de vacina de forma escalonada, diz GDF

Secretário da Casa Civil, Gustavo Rocha, disse que, com a chegada dos imunizantes o DF "avançará muito na vacinação"

atualizado 29/07/2021 16:14

Vacinação de professoresArthur Menescal/Especial Metrópoles

O Governo do Distrito Federal (GDF) anunciou, nesta quinta-feira (29/7), que o Ministério da Saúde deve escalonar as cerca de 250 mil doses extras reivindicadas pela Secretaria de Saúde. A declaração foi dada pelo secretário chefe da Casa Civil, Gustavo Rocha, durante coletiva de imprensa realizada no Palácio do Buriti.

Esse valor foi calculado por técnicos da pasta local após identificar categorias as quais foram contempladas pelo Plano Nacional de Imunização, mas não incluídas no cálculo das remessas encaminhadas pelo governo federal.

“Houve uma reunião com representantes do Ministério da Saúde, que informou que deve fazer essas remessas de maneira escalonada nas próximas semanas. Então, a gente recebendo essas 250 mil doses, a gente vai conseguir avançar muito na vacinação. O secretário [de Saúde] Osnei está aguardando apenas a efetivação documental desse acordo para que a gente comece com o recebimento dessas doses”, disse.

Recentemente, o Governo do Distrito Federal ingressou com um pedido de liminar no Superior Tribunal de Justiça (STJ) para que Queiroga seja obrigado a imediatamente entregar 292.055 doses de vacinas contra a Covid-19 à capital do país.

Procuradoria-Geral do DF (PGDF) alegou que a reposição dos estoques distritais de imunizantes é “medida urgente uma vez que o déficit vigente priva a população do DF de ser vacinada contra a Covid”.

“Caso o compromisso seja efetivado, obviamente a ação perde o objeto e será retirada”, frisou.

Últimas notícias