Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

Funcionários são surpreendidos com mudança na direção do HCB

Por decisão do Icipe, o então superintendente Renilson Rehem deixa cargo para dar espaço a Valdenize Tiziani, então diretora da entidade

atualizado 26/10/2021 17:39

fachada hospital da criançaJP Rodrigues/Especial para o Metrópoles

Os funcionários do Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB) foram surpreendidos, nesta terça-feira (26/10), com mudanças no comando da instituição.

Após 10 anos, o superintendente Renilson Rehem deixa o posto para dar espaço à Valdenize Tiziani, então diretora de Ensino e Pesquisa da unidade desde 2014. A nova gestora é bióloga com pós-doutorado em biologia molecular pela Harvard Medical School.

Tiziane já está respondendo, ainda que de forma interina, pelo comando da unidade de referência para o tratamento de câncer infantil.

No fim de 2016, Renilson Rehem chegou a ser afastado do cargo pela Justiça durante investigação do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) sobre a escolha da entidade que comandaria o hospital. Logo após, no entanto, a desembargadora Carmelita Brasil, suspendeu os efeitos da decisão anterior.

“Assumo com enorme senso de responsabilidade. O Hospital da Criança hoje é reconhecido nacionalmente e acreditado por excelência, um trabalho que o meu predecessor fez com com muita muita competência. Nós chegamos aos 10 anos com um hospital realmente com um nível de excelência no atendimento as crianças com doenças raras, doenças complexas, doenças crônicas, especialmente na oncologia pediátrica, que é o nosso maior serviço. O nosso papel é de uma enorme responsabilidade, levar isso adiante e de alcançarmos a visão de em 2030 sermos reconhecidos internacionalmente”, disse a nova superintendente ao Metrópoles.

Para o presidente do Instituto do Câncer Infantil e Pediatria Especializada (Icipe), Francisco Cláudio Duda, a mudança integra uma nova fase da unidade de referência oncológica da capital, que completa 10 anos sob a direção da entidade.

“O mais importante é que na busca pela excelência, uma instituição tem que sempre buscar inovação. Estamos falando de processos em inovação no modelo de gestão e usando ferramentas que principalmente tem a ver com a questão da boa governança corporativa, inovação do ponto de vista de controles, então esse modelo vem sendo implementado já desde maio deste ano, quando nós assumimos”, explicou.

Em nota oficial, o Hospital da Criança de Brasília também afirmou que a mudança “busca o aperfeiçoamento do modelo de gestão com fortalecimento das práticas de governança sob nova perspectiva”.

“Assim, buscando uma liderança alinhada com essa perspectiva, o Icipe está fazendo a transição da Superintendência Executiva da Instituição. O Dr. Renilson Rehem, que prestou valiosa e reconhecida colaboração, será sucedido pela Dra. Valdenize Tiziani,  – desde 2014, diretora de Ensino e Pesquisa do Hospital. A atual diretora, com admirável currículo técnico e acadêmico que lhe habilita a desempenhar a missão, agrega importante experiência na gestão de instituições nacionais e internacionais com excelentes resultados”, pontuou.

 

Mais lidas
Últimas notícias