Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

Campanha terá 11 pontos de vacinação de crianças no DF no domingo

Segundo a Secretaria de Saúde, apenas o grupo etário de 11 anos tem cerca de 40 mil crianças, conforme dados da Codeplan

atualizado 12/01/2022 15:58

Vacinação contra a Covid em BrasíliaRafaela Felicciano/Metrópoles

O Governo do Distrito Federal (GDF) informou, nesta quarta-feira (12/1), que a campanha de vacinação de crianças contra a Covid-19 iniciará no próximo domingo (16/1), com pelo menos 11 pontos da Secretaria de Saúde, além de um itinerante. Caso o Ministério da Saúde antecipe o envio das remessas, a campanha poderá ser antecipada.

Conforme antecipado pelo Metrópoles, a primeira remessa encaminhada pelo Ministério da Saúde será de 16,3 mil doses da Pfizer. Dessa forma, 10 mil delas serão destinadas a crianças com 11 anos (dentro do grupo por faixa etária) e outras 6,3 mil doses para menores com deficiência permanente, sob tutela do Estado e com comorbidades.

Segundo a Secretaria de Saúde, apenas o grupo etário de 11 anos tem cerca de 40 mil crianças, conforme dados da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan).

O horário de vacinação previsto para o próximo domingo, das 8h às 17h. “É claro que as doses são inferiores à necessidade do público a ser beneficiado, por isso será dividido de acordo com a disponibilidade”, disse o governador em Exercício, Paco Britto (Avante).

Veja onde terá ponto de vacinação de crianças:

  • Dois pontos (Sobradinho e Planaltina);
  • Um em Santa Maria;
  • Um no Paranoá;
  • Dois pontos (Ceilândia e Brazlândia);
  • Dois pontos (Plano Piloto e Cruzeiro);
  • Um ponto no Guará;
  • Dois pontos (Taguatinga e Samambaia);
  • Um ponto itinerante para busca ativa de crianças;

Internações

na coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira (12/1), o governador em exercício Paco Britto (Avante) também informou que cerca de 90% das pessoas hospitalizadas por Covid-19 não tomaram vacina ou estão com ciclo de imunização incompleto.

“Esclarecendo a todos vocês a situação dos hospitais. Hoje, em torno de 90% dos infectados não tomaram as vacinas ou não concluíram seus ciclos completos. Em meu nome em nome do governador Ibaneis Rocha, fazemos um apelo à população para que procurem um posto de vacinação”, disse.

Também presente na coletiva, o secretário de Saúde, Manoel Luiz Narvaz Pafiadache, afirmou que, embora o Distrito Federal tenha alcançado um bom número de vacinados, ainda é possível melhorar os índices.

“Talvez o grande escudo que temos hoje é a grande cobertura vacinal que alcançamos. É claro que queremos aumentar, mas chegamos a uma cobertura favorável de vacinação e é por isso que vamos na busca ativa por não vacinados”, disse.

A preocupação do governador em exercício é explicada pela velocidade do crescimento da taxa de transmissão do coronavírus, que  subiu pela 6ª vez seguida em uma semana nessa terça-feira (11/1) e chegou a 2,06. Isso significa que uma pessoa infectada pela Covid-19 transmite o vírus para pelo menos outras duas.

Essa foi uma das taxas mais altas já registradas em Brasília. O recorde aconteceu no início da pandemia, em março de 2020, quando ainda não havia distanciamento social. À época, o indicador chegou a 2,61.

Veja o gráfico da evolução da taxa de transmissão ao longo do tempo:

Mais lidas
Últimas notícias