Por Ilca Maria Estevão, Rebeca Ligabue, Hebert Madeira e Sabrina Pessoa

Gucci encerrou 2020 como a marca mais desejada do mundo. Veja as outras

Levantamento trimestral da plataforma Lyst apontou as grifes e os produtos de moda mais quentes do fim do ano passado

atualizado 02/02/2021 16:09

Collab Gucci x The North FaceDaniel Shea/Gucci/Divulgação

A grife italiana Gucci mantém a liderança como a marca mais desejada do mundo. É o que diz o relatório mais recente da plataforma global Lyst, referente aos meses de outubro a dezembro de 2020. A cada trimestre, desde 2017, o site de pesquisas e compras de moda divulga marcas e produtos mais quentes do momento na internet. Pela primeira vez na história do ranking, o mesmo item ocupou o topo das listas de produtos femininos e masculinos mais desejados simultaneamente: o casaco 1996 Retro Nuptse, da The North Face.

Vem saber tudo!

@gucci/Giphy/Reprodução

Marcas mais desejadas

A Gucci arregaçou as mangas para se adaptar à pandemia da Covid-19. Com isso, atraiu atenção e compradores. No fim do ano passado, a grife colaborou com a The North Face e apresentou sua nova coleção por meio do festival virtual GucciFest. O projeto reuniu moda e cinema, com participação de nomes como Billie Eilish, Florence Welch e Harry Styles. O cantor britânico usou Gucci na capa de dezembro da Vogue norte-americana e deu o que falar nas redes sociais.

Até 2020, três marcas sempre disputavam o primeiro lugar do ranking: Gucci, Off-White e Balenciaga. Nas últimas edições, a Nike ganhou destaque no top 3, mas caiu para a 11ª colocação desta vez. A Off-White ficou em 4º lugar, sua classificação mais baixa desde 2017. A Balenciaga, por sua vez, ficou na vice-liderança.

Agora, quem figura como a 3ª marca mais desejada do mundo é a Moncler, em posição mais alta no ranking até hoje. Com a chegada do inverno no Hemisfério Norte, as jaquetas puffer da grife atiçaram o interesse do público, sem falar na colaboração com o estilista Rick Owens e o anúncio da compra da Stone Island, por 1,15 milhão de euros. No índice anterior, a marca italiana ocupava o 10º lugar.

Confira o top 20 de marcas:
1. Gucci (posição anterior: 1)
2. Balenciaga (5)
3. Moncler (13)
4. Off-White (2)
5. Prada (4)
6. Saint Laurent (8)
7. Bottega Veneta (9)
8. Versace (7)
9. Valentino (10)
10. Fendi (6)
11. Nike (3)
12. Burberry (12)
13. Jacquemus (11)
14. Alexander McQueen (14)
15. Loewe (15)
16. Balmain (16)
17. Givenchy (18)
18. Adidas (17)
19. Stone Island (22)
20. Fear of God (19)

Campanha da Gucci x The North Face
Depois do GucciFest, collab com a The North Face e a capa de Harry Styles na Vogue, a Gucci retornou ao trono do ranking de marcas mais desejadas do mundo

 

Look da coleção SS21 da Balenciaga
Nas duas edições anteriores, a Balenciaga havia saído do top 3, mas retornou à vice-liderança

 

Look de collab da Moncler com Rick Owens
Em 3º lugar, a Moncler ocupa sua posição mais alta na lista até hoje

 

Looks de collab da Off-White x We Chat
A Off-White, por sua vez, deixou o top 3 pela primeira vez

 

Tênis da collab Prada x Adidas
A Prada ficou no quinto lugar, depois da nova parceria com a Adidas, um leilão com a Sotheby’s e uma honraria no Fashion Awards

 

Um dos pontos altos da Balenciaga no fim de 2020 foi o lançamento do videogame Afterworld: The Age of Tomorrow. A colaboração com a marca Vibram também deu o que falar, assim como o body usado por Kim Kardashian West no Halloween. Na Valentino, a experiência de compra virtual Valentino Insights foi um dos destaques. A etiqueta também elencou Zendaya como novo rosto da marca e promoveu um evento interativo em Xangai.

“Com oito das 20 marcas mais populares pertencentes aos conglomerados Kering ou LVMH, e várias outras fazendo parte de grupos de luxo menores, o Lyst Index apoia a teoria de que a escala ajuda as marcas a ter sucesso hoje. É provável que o coronavírus acelere ainda mais a consolidação”, aponta o Lyst.

Não é novidade que a pandemia tornou o consumo eletrônico fundamental para o comércio, incluindo a indústria da moda. Prova disso foi o crescimento de 102% nas vendas on-line do grupo Kering no terceiro trimestre do ano passado, totalizando quase 25% das vendas diretas na América do Norte. Mesmo assim, algumas etiquetas garantiram atenção para si com a abertura de lojas físicas, a exemplo da Loewe, Moncler e Versace, que inauguraram butiques em Paris.

Coleção SS21 feminina da Saint Laurent
O sexto lugar é da Saint Laurent, que voltou a ter crescimento, lançou botas com a marca Hunter e exibiu o spring/summer 2021 feminino em dunas de areia

 

Look da coleção SS21 feminina da Bottega Veneta
A Bottega Veneta ficou em sétimo lugar. Nesse período, a marca italiana desativou as redes sociais, apresentou a coleção SS21 para um público exclusivo em Londres e apontou crescimento de 17% no terceiro trimestre

 

Kate Moss usando Versace em capa da Vogue UK
Kate Moss na capa da Vogue britânica vestindo Versace, marca que ocupa o oitavo lugar do ranking. A label lançou móveis e abriu butiques em Paris e Londres

 

Zendaya em campanha da Valentino
Zendaya é o novo rosto da Valentino, que ocupa a nona colocação. A grife fez um evento interativo em Xangai e lançou uma experiência de compra virtual

 

Coleção Fendi x Chaos
A Fendi completa o top 10, depois de lançar uma colaboração com a Chaos e abrir um café pop-up em Londres

 

Produtos mais desejados para mulheres e homens

O conforto e o frio ditaram o interesse do público de moda no fim do ano passado. Nesse período, as modelos Bella Hadid e Emily Ratajkowski foram fotografadas com a jaqueta 1996 Retro Nuptse, da The North Face, o item mais desejado do fim de 2020. Um dos atrativos, além da pegada retrô, é o preço mais acessível em relação a opções de concorrentes.

Outro item que agradou a homens e mulheres nesse período foi a sandália Boston, da Birkenstock, que esgotou em vários varejistas. No ranking de womenswear, ela aparece em segundo lugar, com forro de shearling. Entre as apostas masculinas, ela ficou na sétima posição, na versão sem forro. Esse estilo de calçado teve um aumento de 367% nas pesquisas.

As botas também tiveram destaque entre as peças femininas, incluindo opções das marcas Bottega Veneta, Chloé e Ugg. Um moletom de veludo da Skims, marca de Kim Kardashian West, ficou em 6º lugar. As únicas da lista que fogem da pegada invernal são um top da Jacquemus e a bolsa Snapshot, da Marc Jacobs, que apareceu na série Emily em Paris (Netflix).

No ranking masculino, sete são agasalhos e as três restantes são calçados. A possibilidade de caminhadas e socializações ao ar livre foi o que gerou um aumento de 174% no interesse por casacos. Em geral, a pesquisa por chinelos e clogs subiu 242% em relação ao mesmo período de 2019.

Casaco 1996 Retro Nuptse, da The North Face
1. Casaco 1996 Retro Nuptse, da The North Face

 

Sandálias Boston com forro de shearling, da Birkenstock
2. Sandálias Boston com forro de shearling, da Birkenstock

 

Botas Lug, da Bottega Veneta
3. Botas Lug, da Bottega Veneta

 

Botas de chuva Betty, da Chloé
4. Botas de chuva Betty, da Chloé

 

Classic Mini Boots, da UGG
5. Classic Mini Boots, da UGG

 

Moletom de veludo da Skims
6. Moletom de veludo da Skims

 

Top tricotado da Jacquemus
7. Top tricotado da Jacquemus

 

Bolsa Snapshot, da Marc Jacobs
8. Bolsa Snapshot, da Marc Jacobs. Esta apareceu na série Emily em Paris!

 

Pijama Party, da Speeler
9. Pijama Party, da Speeler

 

Casaco NIKKI, da Stand Studio
10. Casaco NIKKI, da Stand Studio

 

Metodologia

Mais de 100 milhões de pessoas utilizam a plataforma Lyst para pesquisar, comprar e descobrir produtos de moda de 12 mil lojas e marcas. O comportamento de compra do consumidor é avaliado no ranking trimestral Lyst Index. Para isso, a empresa analisa uma série de dados globais, como as taxas de conversão e vendas, pesquisas no Google, menções nas redes sociais e estatísticas de envolvimento.

Sobre o método que seleciona os 10 produtos, femininos e masculinos, mais quentes, a Lyst diz que “filtra mais de oito milhões de itens por volume de menções na mídia social, pesquisas, visualizações de página, interações e vendas em milhares de lojas on-line”. Os modelos são agrupados de acordo com as cores. A lista também leva em conta a “demanda global por volume de estoque disponível”.

 

Na galeria abaixo, confira a lista dos produtos masculinos mais procurados:

0


Colaborou Hebert Madeira

Últimas notícias