Por Ilca Maria Estevão, Rebeca Ligabue, Sabrina Pessoa, Marcella Freitas, Carina Benedetti e Luiz Maza

Funcionária denuncia infestação de piolhos em loja de fast fashion

Os piolhos foram flagrados em peças de roupas expostas em loja de uma gigante varejista

atualizado 05/01/2022 16:57

Homem com sacola de comprasHollie Adams/Getty Images

Entre as vastas araras que preenchem as lojas físicas das principais fast fashion mundo afora, os fashionistas costumam encontrar peças que estão em alta da moda. Mas, nos cabides da varejista H&M de Nova York, nos Estados Unidos, os clientes encontraram algo inesperado: piolhos. Após a denúncia feita por uma funcionária no Twitter, a store fechou as portas ao público.

A declaração foi feita em um post na rede social: “Eu trabalho na H&M no Oculus no World Trade [em Nova York] e, hoje, um cliente achou piolhos em uma prateleira de moletons”. Em seguida, Netroya (@madesonee_) complementou que a loja apenas isolou a seção, evitando que os clientes acessassem as araras.

“Eles não estão fechando a loja e nem notificando os funcionários sobre o problema”, afirmou. Em pouco tempo, o tuíte viralizou na plataforma. Até o momento, recebeu mil comentários, três mil curtidas e foi compartilhado mais de duas mil vezes.

Imagem Twitter
Print do tuíte traduzido para português

 

Imagem Twitter
Print do tuíte traduzido para português

 

Imagem Twitter
Print do tuíte traduzido para português

 

Imagem Twitter
Print do tuíte traduzido para português

 

Loja H&M
A loja infestada de piolhos fica nos Estados Unidos

 

Loja do grupo H&M
Os insetos foram flagrados em uma arara abastecida por moletons

 

Loja do grupo H&M
A transmissão para humanos pode ocorrer de forma direta

 

Loja do grupo H&M
Ou pelo contato com pessoas contaminadas

Na publicação, a profissional incluiu três fotos mostrando os produtos infestados de piolhos. Vale destacar que os insetos sem asas se alimentam de sangue humano, carregam doenças bacterianas e podem causar descoloração da pele e febre severa.

Um porta-voz da varejista disse ao The Post que a loja chegou a encerrar as atividades. “Levamos a segurança do cliente e dos funcionários muito a sério. Por precaução, fechamos a loja da H&M no Westfield World Trade Center (NY) para fazer uma investigação completa ”, afirmou o representante.

Preocupados, os seguidores de Netroya recomendaram que a funcionária deletasse a publicação para evitar perder o emprego. Em resposta, a usuária agradeceu a preocupação e sinalizou que se desligou da empresa na última sexta-feira (31/12).

Colaborou Sabrina Pessoa

Mais lidas
Últimas notícias