O jantar de Mourão com críticos de Bolsonaro em São Paulo

O encontro ocorreu em um bistrô e, segundo aliados do vice-presidente, serviu para eles "alinharam percepções do dia a dia"

atualizado 05/08/2021 11:33

Hugo Barreto/Metrópoles

O vice-presidente Hamilton Mourão viajou a São Paulo na terça-feira (3/8) para jantar com intelectuais que costumam fazer críticas ao presidente Jair Bolsonaro.

Entre os presentes, estava o escritor e professor de Filosofia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Denis Lerrer Rosenfield, o qual o general considera um “velho amigo”.

Em recente artigo publicado no Blog do Noblat, no Metrópoles, Rosenfield criticou a “política de ódio” de Bolsonaro e afirmou que apostar na moderação do presidente é “mais arriscado que apostar na loteria”.

O jantar ocorreu no Parigi Bistrot, na capital paulista, onde o general pernoitou. Segundo aliados de Mourão, a conversa serviu para eles “alinharem percepções do dia a dia”.

O encontro aconteceu em meio a críticas públicas que Bolsonaro tem feito a Mourão em entrevistas a rádios regionais. Em uma delas, o presidente disse que “vice é igual a cunhado”, “tem que aturar”.

Últimas notícias