Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

O encontro quase secreto de Lula com bispo aliado de Bolsonaro

A reunião irritou alguns integrantes do governo Jair Bolsonaro, que tinham o líder evangélico como um dos principais aliados

atualizado 17/06/2021 13:21

LulaAline Massuca/Metropoles

Em sua passagem pelo Rio de Janeiro na semana passada, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teve encontro quase secreto com o bispo Manoel Ferreira, bispo primaz das Assembleias de Deus Ministério de Madureira, uma das principais igrejas evangélicas do Brasil.

A reunião contou com a participação do presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, deputado estadual André Ceciliano (PT), e não foi divulgada por nenhum dos participantes. O encontro, porém, acabou revelado pelo ex-governador do Rio Anthony Garotinho, nas redes sociais (veja foto abaixo).

A revelação da reunião entre Lula, Ceciliano e o bispo Manoel Ferreira irritou alguns integrantes do governo Jair Bolsonaro. Até então, o Palácio do Planalto tinha a Assembleia de Deus Ministério de Madureira como uma das principais aliadas do governo entre os evangélicos.

Presidente da Frente Parlamentar Evangélica, o deputado federal Cezinha de Madureira (PSD-SP), que é pastor da igreja, precisou disparar ligações e mensagens a governistas nesta quarta-feira (16/6) para explicar a situação. Cezinha alegou que o encontro foi apenas uma reunião de “cortesia”.

Últimas notícias