Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

Nome do Novo ao Palácio do Planalto inicia pré-campanha pelo Brasil

Luiz Felipe D'Ávila se afastou de centro que presidia e começará viagens de pré-campanha pelo Brasil já nesta semana

atualizado 25/10/2021 15:16

Instituto Millenium

Nome do Partido Novo à Presidência da República, o cientista político Luiz Felipe D’Ávila dará o pontapé em sua pré-campanha pelo Palácio do Planalto, iniciando viagens pelo Brasil nesta semana.

Na terça-feira (26/10), D´Ávila viajará para Florianópolis (SC), onde irá se encontrar com lideranças e filiados da sigla, além de visitar a Assembleia Legislativa (Alesc). Na quarta (28/10), ele vista Joinville (SC).

A expectativa do Novo era lançar a pré-candidatura de D’Ávila já nesta semana, mas o evento, até então previsto para esta segunda-feira (25/10), acabou adiado para a próxima semana.

Nesta segunda, o Centro de Liderança Pública (CLP) anunciou o afastamento de D’Ávila da presidência da organização para que o cientista político possa iniciar as viagens de pré-campanha.

Em 2018, o Novo lançou João Amoêdo para a Presidência da República, terminando em quinto lugar com 2,8 milhões de votos. A ideia era apresentar uma candidatura liberal, em oposição não apenas a esquerda, mas também a posição mais conservadora de Jair Bolsonaro. Três anos depois, Amoêdo não faz parte nem mais da diretoria da legenda, que se encontra dividida entre aliados de Bolsonaro e opositores.

D’Ávila, por sua vez, tem aliados do atual ocupante do Planalto dentro da própria casa. Seu irmão, o deputado estadual por São Paulo Frederico D’Ávila (PSL), ganhou às manchetes na última semana por xingar o Papa Francisco e o arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes, por suas posições contra a liberação discriminada de armas de fogo. Os dois, porém, não se falaram há algum tempo.

Mais lidas
Últimas notícias