Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

Joaquim Barbosa diz “não” ao Podemos após saída de Moro

Partido convidou o ex-ministro do STF para ser candidato à Presidência da República após Sergio Moro sinalizar que sairia da legenda

atualizado 01/04/2022 15:27

Na imagem colorida, um homem está posicionado no centro. Ele usa terno e gravata Nelson JR/STF

O ex-ministro do STF Joaquim Barbosa recusou o convite do Podemos para se filiar e ser o candidato do partido ao Palácio do Planalto nas eleições deste ano.

O convite foi feito pela cúpula do Podemos nos últimos dias, após o ex-juiz Sergio Moro começar a sinalizar que deixaria o partido e abriria mão de sua candidatura à Presidência da República.

Ao longo desta semana, diversas lideranças da sigla procuraram o ex-integrante do STF para tentar convencê-lo a se filiar. Barbosa, no entanto, respondeu nas últimas horas que não toparia a empreitada.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
0

Entre abril de 2018 e janeiro de 2022, Barbosa foi filiado ao PSB. No pleito de 2018, ele chegou, inclusive, a ensaiar uma candidatura a presidente da República, mas acabou recuando de última hora.

Como a coluna noticiou recentemente, um dos pontos que mais “constrangeu” Barbosa foi a aproximação entre PSB e PT, que deve culminar na chapa Lula-Alckmin. O ex-ministro foi relator no STF do mensalão do PT.

Mesmo fora do PSB, Barbosa chegou a afirmar, em entrevista ao programa “Conversa com Bial”, veiculado em 8 de março, não descartar a possibilidade de ser candidato ao Planalto, o que deu esperança ao Podemos.

Mais lidas
Últimas notícias