Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

Damares e Tarcísio vão se filiar ao Republicanos para disputar eleição

Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos confirmou à coluna que deixará o cargo no final de março

atualizado 24/03/2022 13:54

Em foto no Planalto, a ministra Damares Alves participa do lançamento do projeto "Brasil para Todos" e manda um beijo para a plateia. Ela usa uma roupa verde - MetrópolesIgo Estrela/Metrópoles

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, e a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, decidiram se filiar ao Republicanos para concorrer as eleições deste ano.

A informação foi confirmada à coluna tanto pela assessoria de imprensa de Tarcísio quanto por Damares, que também confirmou que deixará o ministério até o final de março. Segundo a ministra, a filiação dos dois deve ocorrer na próxima segunda-feira (28/3).

Tarcísio, como se sabe, será candidato ao governo de São Paulo. Já Damares ainda não definiu a qual cargo e por qual estado pretende concorrer. “É o capitão e o partido que mandam em mim agora”, brincou.

A ministra disse à coluna analisar candidatura ao Senado pelo Amapá e até por Sergipe, estado onde passou a adolescência e parte da juventude. Ela também avalia uma candidatura a deputada federal pelo Distrito Federal.

Damares terá de definir o estado pelo qual disputará as eleições até 2 de abril, prazo final para que candidatos mudem seu domicílio eleitoral.

Substituta

Segundo apurou a coluna, duas secretárias do ministério são as mais cotadas para substituir Damares: Cristiane Britto (Política para Mulheres), que é filiada ao Republicanos, e Mariana Neris (Proteção Global).

Inicialmente, Damares resistia a deixar o cargo para ser candidata. Ela acabou convencida pelo presidente Jair Bolsonaro durante uma conversa no Palácio do Planalto na segunda-feira (21/3).

Mais lidas
Últimas notícias