CPI mudou convocação do irmão para convite após pedido de Luis Miranda

A principal diferença entre as duas modalidades é que, como convidados, eles não serão obrigados a fazer juramento de falar a verdade

atualizado 24/06/2021 12:59

Cleia Viana/Câmara dos Deputados

A CPI da Covid do Senado transformou a convocação do servidor Luis Ricardo Fernandes Miranda em convite, após pedido do irmão dele, o deputado federal Luis Miranda (DEM-DF).

Segundo apurou a coluna, o parlamentar procurou integrantes da comissão na tarde da terça-feira (22/6) e pediu que ele e o irmão fossem convidados, e não convocados.

A principal diferença entre as duas modalidades é que, como convidados, os irmãos Miranda não serão obrigados a fazer juramento de falar a verdade. Esse compromisso só é obrigatório para depoentes convocados.

O pedido surtiu efeito. Ainda na terça, o relator da CPI, senador Renan Calheiros (MDB-AL), retirou o requerimento de convocação de Luis Ricardo e apresentou outro “convidando” o servidor e o deputado.

A oitiva foi marcada para esta sexta-feira (25/6).

Procurada, a assessoria de Renan e Luis Miranda confirmou a mudança. O deputado disse à coluna que, para fazer o pedido, procurou não só senadores de oposição e independentes, como também governistas.

“Fui na CPI para saber por que estavam convocando. E alteraram para convidar”, afirmou Luis Miranda. Indagado sobre o motivo por que preferiu convite em vez de convocação, o parlamentar se limitou a responder: “Por que não?”.

Últimas notícias