Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

Com conta bloqueada, empresário alvo do STF doou para Bolsonaro

Empresário alvo de Alexandre de Moraes por falar em "golpe" num grupo de WhatsApp fez uma doação para a campanha de Jair Bolsonaro

atualizado 22/09/2022 16:32

Reprodução/YouTube

Um dos oito empresários alvos do STF por falarem em “golpe” num grupo de WhatsApp, Luiz André Tissot aderiu ao movimento de doar R$ 1 para a campanha à reeleição do presidente Jair Bolsonaro.

A doação foi feita via Pix em 12 de setembro. Naquele dia, ainda estava valendo o bloqueio das contas bancárias dos empresários determinado desde 23 de agosto pelo ministro do STF Alexandre de Moraes.

Segundo dados do TSE, Tissot foi o único dos oito empresários a doar para Bolsonaro até agora. A contribuição ao presidente, aliás, foi a única doação eleitoral feita por ele até o momento.

Tissot é dono do Grupo Sierra, uma rede de móveis de luxo com forte atuação na Serra Gaúcha. Ele foi um dos quatro empresários alvos do STF que participaram dos atos de 7 de Setembro em Brasília ao lado de Bolsonaro.

Alvo da mesma operação que Tissot, Luciano Hang, da Havan, também fez uma doação enquanto estava com a conta bloqueada. O beneficiário, porém, foi Jorge Seif Júnior (PL), candidato ao Senado por Santa Catarina.

Mais lidas
Últimas notícias