Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

Carlos Bolsonaro apaga tuíte sobre propina a Valdemar Costa Neto

Mensagem foi excluída pelo vereador horas após o presidente Jair Bolsonaro anunciar publicamente que deve se filiar ao PL

atualizado 08/11/2021 19:31

O vereador carioca Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) apagou, nesta segunda-feira (8/11), uma postagem feita por ele no Twitter em 2016 na qual compartilhou notícia sobre uma delação premiada que citava o presidente nacional do PL, Valdemar Costa Neto.

A mensagem foi excluída (veja aqui o link) pelo filho 02 do presidente Jair Bolsonaro horas após seu pai anunciar publicamente que deve se filiar ao partido comandado por Valdemar. Antes de Carlos apagar, internautas e adversários do vereador recordaram a postagem para constranger o parlamentar.

0

O tuíte excluído por Carlos havia sido postado às 23h47 do dia 27 de abril de 2016 e compartilhava uma notícia publicada pela extinta revista Época com o seguinte título: “Exclusivo: Delator aponta propina de 3,5% para PR e Valdemar Costa Neto nos contratos de Furnas”.

Em entrevista nesta segunda-feira (8/11) ao repórter Leandro Magalhães, da CNN Brasil, Bolsonaro afirmou que sua filiação ao PL está “99% fechada”. “A chance de dar errado é quase zero. Está tudo certo”, afirmou o atual chefe do Palácio do Planalto.

Mais lidas
Últimas notícias